Skip to main content

VEREADOR PERTURBADO DIZ QUE PEDRO TRAIU JESUS POR TRÊS MOEDAS

Depois que o prefeito Lupércio conseguiu aprovar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO 2018) com alguns vetos a emendas dos vereadores por 10 votos a 7, na semana passada, o clima ficou pesado na Casa Bernardo Vieira de Melo. A vitória do prefeito mexeu com os nervos de alguns ex-aliados durante a sessão plenária de hoje (19) e pelo menos dois parlamentares do grupo ligado ao presidente Jorge Federal (que foi derrotado) se exaltaram ao apartear o vereador Vlademir Labanca, agora acusado de traição.

O vereador enfermeiro Ricardo Souza afirmou que, ao votar com o prefeito, Labanca quebrou uma espécie de “pacto” que havia entre o grupo de oposição. Visivelmente transtornado Souza disse ainda que Labanca deixou os demais vereadores expostos, quebrando a “proteção” que havia entre eles enquanto grupo. “Foi uma fala de mafioso, ameaçadora”, afirmou um outro vereador em reserva.

Mais perturbado ainda estava o vereador Irmão Biá. Iniciou sua fala dizendo que era evangélico e como tal lembrou que Jesus teve 12 apóstolos e teria sido traído por “Pedro”, em troca de “três moedas”. A ideia era insinuar que Labanca “traiu o grupo de oposição” e “vendeu o seu voto”, mas pela besteira que falou o Irmão Biá deverá levar é um belo “puxão de orelhas” do pastor da sua igreja; já que quem traiu Jesus não foi Pedro, mas Judas Iscariotes. Biá errou nas contas também, pois o traidor na Bíblia se vendeu por 30 moedas de prata e não três, como ele afirmou.

BLASFÊMIA – É bem possível que o Irmão Biá tenha faltado as aulinhas da Escola Bíblica Dominical (EBD) sobre a vida de Jesus. Além dos erros grotescos de informação para quem se diz cristão-protestante, o parlamentar também falha ao fazer comparativos entre a história de Cristo e o lamaçal do mundo político. Blasfêmia que ele poderia ter evitado.


A “carne” falou mais alto e o castigo veio na mesma hora.

Que Deus o perdoe!!!

Um comentário em “VEREADOR PERTURBADO DIZ QUE PEDRO TRAIU JESUS POR TRÊS MOEDAS

  1. Boa tarde.

    Como observador eu tenho uma facilidade muito grande de perceber erros, defeitos, entraves, cacoetes etc. Como observado também oferto por vezes minha imperfeição, sou humano e não consigo ser perfeito embora não comungue com a inercia dos que não buscam crescer pessoalmente a cada dia, a cada passo. Este artigo acima não é justo, é um texto em cima de um evento acalorado num fervilhar de emoções.
    O vereador Irmão Biá faz uma argumentação em discurso; refere-se a Bíblia, a uma traição do discípulo Pedro por três moedas de prata. Em referencia ipsem literis somos abocanhados pela lembrança de que, em se tratando de traição ao cristo apenas a figura de Judas Iscariotes teria este curriculum Vitae. No entanto, outrossim, por analogia a referencia que o vereador Irmão Biá faz a “Pedro ter traído Jesus por três moedas de prata”, não é equivocada quando por analogia contextualizamos o evento no Patio da casa de José Caifás, quando o Pescador/ Discípulo por 3 vezes nega o Cristo veementemente.
    Pedro estava no calor da situação, emoções em erupção, incertezas esmagadoras e um sentimento enorme de que tudo havia ido por água abaixo. Jesus estava sendo julgado pelas moedas de prata que todos os homens carregam em seus bolsos e que na tentação do deserto satã queria impor ao cristo, as riquezas dos reinos do mundo, uma incitação a intervenção de Deus na história sem levar em conta os processos que tal intervenção envolve e em suas implicações praticas ( o transforma pedras em pão), e a apropriação das prerrogativas divinas por incitação de satisfação de caprichos ( te lança dai por que aos anjos dará ordem ao teu respeito para te guardarem).
    Moedas de Prata representam os valores anteriores ou menores que o Ouro, este simboliza a Divindade e seus valores. As três negações de Pedro são frutos de suas manifestações humanas de auto preservação que face sua proximidade com Jesus eram injustificadas, ele deveria ser cônscio de todo aquele processo, naquela mesma noite ouvira no jardim das oliveiras seu mestre por três vezes (moedas de Ouro), orar ao Pai:” Se possível passa de mim este cálice, contudo que seja feita a TUA vontade”.
    Por diversas vezes Pedro ouvira Jesus falar de sua necessidade de morrer em Jerusalém, e suas 3 negativas no patio da casa de José Caifás são 3 moedas de Prata e são uma traição tríplice: 1- traiu a Deus 2 – traiu aos demais discípulos 3 – traiu a si mesmo. E após a ressurreição na galileia Jesus lhe oportuna se redimir ao questiona-lo sobre seu amor onde Pedro agora dá ao Cristo 3 moedas de Ouro!
    A rigor hermenêutico por analogia o vereador não se equivocou, teria feito, se claramente fala-se que Judas traíra Jesus por 3 moedas de Prata, mas ele claramente refere-se a que Pedro traiu Jesus por 3 moedas de prata, ficando a interpretação não presumível de qualquer ponto de vista senão a do próprio vereador.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: