Skip to main content
Blog Observatório de Olinda

TERCEIRIZADAS: UMA BOMBA RELÓGIO PRONTA PARA EXPLODIR NO COLO DO PREFEITO

Os problemas gerados por pelos menos duas empresas de terceirização de mão de obra contratadas pela Prefeitura de Olinda estão se transformando em “bombas relógio” que, mais dia menos dia, vão pipocar em cima do prefeito Professor Lupércio. Top Service (serviços gerais) e Alforge (vigilância) estão massacrando os trabalhadores ao não pagar salários, indenizações, FGTS, INSS, entre outras obrigações.

Normalmente nestes casos, quando os trabalhadores forem procurar seus direitos na Justiça do Trabalho, a prefeitura será condenada “solidariamente” por corresponsabilidade no contrato. Ou seja, se não forem tomadas providencias imediatas, “Mamãe Olinda” vai pagar este pato duas vezes.

Nas redes sociais é grande a indignação dos trabalhadores, que responsabilizam as empresas pela má gestão e o prefeito Lupércio por não romper os contratos. Recentemente a Top Service demitiu dezenas de servidores e não pagou as rescisões. Já a Alforge Vigilância, envolvida em irregularidades diversas, não paga salários há dois meses.


“Muitos companheiros estão passando necessidade. A gente não tem nada a ver com a bronca da empresa. Contas atrasadas, pagamento de juros abusivos em cartões de crédito, um inferno. E quem mora de aluguel sofrendo ameaça de ser despejado. A prefeitura precisa tomar uma providência”, é o relato desesperado de um vigilante em áudio que circula via Wattsapp.

Prefeitura ACORDA!!!!

Um comentário em “TERCEIRIZADAS: UMA BOMBA RELÓGIO PRONTA PARA EXPLODIR NO COLO DO PREFEITO

  1. Tem prestadora de serviços pior do que a que está acabando com as ruas de Olinda com obras mal acabadas de água e esgoto, por onde ela passa deixa seu rastro de destruição com buracos a céu aberto por todos os lados e remendos que mais parecem um grude de pixe.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4469