Skip to main content

SEM-TETO INVADEM PREFEITURA E PROVOCAM PÂNICO

Manifestantes ligados a movimento de sem-teto invadiram o prédio da Prefeitura de Olinda no final da manhã de hoje (23) para cobrar moradia. Guardas municipais que fazem a segurança do local não conseguiram conter os invasores, que forçaram a entrada pela porta principal, além de pular as janelas.

A ação levou funcionários da prefeitura a entrar em pânico, temendo a ocorrência de quebra-quebra. “Acredito que não é dessa forma que as coisas são negociadas. Protesto sim, vandalismo não. Eles colocaram a vida de pessoas que trabalham aqui em risco“, disse uma servidora municipal chorando.

Do lado dos sem-teto o protesto foi visto como a única forma de serem ouvidos pela administração municipal. Os líderes afirmam que tentam dialogar há oito meses, sem sucesso.

“É uma cobrança antiga. Nossos movimentos têm cerca de cinco mil famílias cadastradas, sem nenhuma resposta sobre habitacional. Não temos nenhum retorno sobre moradia para elas”, disse a coordenadora do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto em Pernambuco (MTST-PE), Lídia Brunes.

CAIXÃO – De acordo com ela, o protesto teve o objetivo de cobrar uma posição sobre a situação das famílias que moram em edifícios condenados pela Defesa Civil do município. Ao todo, 98 prédios do tipo caixão correm risco de desabamento e, no começo de janeiro, moradores de três imóveis foram notificados a deixar as moradias, em Rio Doce.

Em nota a Prefeitura de Olinda informou que receberia uma comissão dos manifestantes para dialogar ainda hoje (23). “A política habitacional é uma prioridade da atual gestão. Desde, 2017 foram entregues os habitacionais Carlos Lamarca, Vila Brasília e Cuca Legal 1”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4469