Skip to main content

PSB-OLINDA EM ROTA DE COLISÃO COM DIRETÓRIO ESTADUAL

Em resposta à nota emitida pelo diretório estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB-PE), o presidente do partido, em Olinda, Sinval Leal, também enviou manifesto por escrito ao Observatório de Olinda onde reafirmou a decisão local dos socialistas de trabalhar pela candidatura majoritária do ex-vereador Pedro Mendes.

O PSB-Olinda destacou ainda que as decisões locais são soberanas e “Somente o Congresso Nacional do PSB detém competência para revisar as alianças e coligações no âmbito municipal”, rechaçando assim o que disse o presidente estadual, Sileno Guedes, na nota anterior.

No que diz respeito à relação com os comunistas do PCdoB, o ranço continua forte. Na nota os socialistas vislumbram a possibilidade de alinhamento com candidatura de centro-esquerda em um possível 2º Turno contra o prefeito Lupércio, mas evitam até citar nominalmente o deputado estadual João Paulo (PCdoB), referindo-se a ele como “o candidato de Renildo Calheiros”.

APRECIEM A ÍNTEGRA DA NOTA DO PSB-OLINDA

PSB OLINDA PRIMA PELO DEBATE E PELO RESPEITO

Diante das notícias veiculadas nas imprensa local acerca do nosso posicionamento para eleições municipais de 2020, vimos esclarecer que as deliberações do Diretório Municipal do PSB de Olinda estão em completa consonância com as orientações do Partido Socialista Brasileiro, bem como fielmente adstritos aos regulamentos partidários.

Inicialmente, as eleições de 2020 terão natureza municipal, uma vez que elegerão representantes locais para as câmaras municipais e prefeituras. De acordo com o Estatuto do PSB, a competência decisória suprema do partido para “deliberar sobre alianças ou coligações com outros partidos democráticos e progressistas”, no âmbito da jurisdição local, é privativa do Congresso Municipal. A escolha dos candidatos a prefeitos e vereadores que submeterão oportunamente a aprovação congressual é da Comissão Executiva Municipal. Somente o Congresso Nacional do PSB detém competência para revisar as alianças e coligações no âmbito municipal, assim como as coligações estaduais.

É nesse contexto que a Comissão Executiva do PSB-Olinda reafirma que decidiu, por unanimidade, que o nome de Pedro Mendes foi escolhido para ser o pré-candidato a prefeito nas eleições majoritárias de 2020 no município de Olinda e; que o partido apresentará chapa de candidatos proporcionais composta por 26 candidatos(as) a vereador(a), de acordo com a legislação eleitoral.

Esclarecido o entendimento regulamentar acima, destacamos a importância das instâncias municipais do partido, e o Diretório do PSB de Olinda é um dos mais antigos em funcionamento no estado de Pernambuco. Possuímos um quadro de filiados e militantes respeitados e, por isso, não há qualquer “puxão de orelha” na direção municipal ou em Pedro Mendes.

O PSB de Pernambuco não tem vocação vertical. Em 2004, decidimos apoiar a candidatura de Pedro Mendes a Prefeito em oposição ao PCdoB, e nem mesmo os nosso maiores líderes Eduardo Campos e Dr. Arraes se opuseram a tal deliberação ou puxaram para si a possibilidade de revisar nossa decisão. Sabemos, portanto, que a Direção Estadual não irá prescindir de manter essa tradição de respeito e diálogo interno.

Acerca das alianças partidárias na esfera estadual e municipal, a maior parte das candidaturas postas até o momento são base de apoio a Paulo Câmara: o atual prefeito Lupercio (SD), Jorge Federal (PSL), Celso Muniz (MDB) e o candidato de Renildo Calheiros (PCdoB). O desenho já aponta para a participação autônoma dos partidos que compõem a Frente Popular, como já ocorrido em diversas ocasiões. A eleição se realiza em dois turnos e é evidente que não estaremos no palanque Bolsonarista no segundo turno. Acreditamos que Pedro Mendes representará a Frente Popular no segundo turno. Caso não seja possível esse cenário, somaremos forças com a candidatura de centro-esquerda que avançar à fase final do pleito.

Por fim, defendemos o nosso direito de divergir. Discordamos da candidatura do atual prefeito que serviu de palanque do bolsonarismo em 2018 e compõe a base do Governo Federal. Também divergimos da candidatura do PCdoB, partido que governou a cidade em 16 dos últimos 20 anos e cuja população já reprovou os resultados.

Acreditamos no potencial e na capacidade de inovar da nossa candidatura. Trazer o modelo que deu certo em Pernambuco para Olinda, porque essa eleição não pode se limitar a apenas a decisões de cúpula. Respeitamos o Presidente Estadual do PSB e estamos unidos em nossas posições e valores. Ao PSB de Olinda e à candidatura de Pedro Mendes, não interessa a briga. Estamos à disposição para o bom debate, aquele que interessa à população de Olinda.

Não Vamos Desistir de Olinda!

Sivaldo Leal

Presidente PSB Olinda

MUITO IMPORTANTE TER VOCÊ COM A GENTE – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://twitter.com/obsolinda Twitter

2 thoughts to “PSB-OLINDA EM ROTA DE COLISÃO COM DIRETÓRIO ESTADUAL”

  1. Vai ser uma briga de foice. Afinal a foice é um dos símbolos dos comunistas, juntamente com o martelo. E essa incoerência vai continuar martelando a cabeça de socialistas e de comunistas. Coisas de política provinciana.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: