Skip to main content

PREFEITURA BOTA ORDEM NA FEIRA DE PEIXINHOS

Justiça seja feita!!! A última vez que a Feira de Peixinhos funcionou de uma forma digna e respeitosa, tanto para os feirantes quanto para os clientes, foi na gestão da ex-prefeita Jacilda Urquisa (1997-2000). Enfrentando todo tipo de resistência a então prefeita transferiu a feira para o terreno conhecido como “Areial” e dotou a área de uma infraestrutura minimamente decente para aquele comércio. Os anos seguintes foram de decadência e descaso, com a volta da invasão das calçadas da Avenida Presidente Kennedy e todas as consequências nefastas do descontrole urbano.

Diante do caos a atual administração municipal está tentando colocar as coisas em ordem outra vez. No último domingo (15) os feirantes e ambulantes que estavam instalados há anos sobre as calçadas das avenidas Kennedy e Antônio da Costa Azevedo foram retirados em uma operação pacífica. A medida foi tomada após negociações com os feirantes, que foram realocados de maneira organizada para a Rua Vereador Artur Lins, localizada um quarteirão após o antigo endereço.

Ao todo, os feirantes de 32 barracas foram retirados das calçadas, devolvendo a mobilidade dos pedestres que circulam pela área. A ação foi coordenada pela Secretaria Executiva de Controle Urbano do município e foi realizada com o apoio da Guarda Municipal, Defesa Civil, Secretaria de Transportes e Trânsito, Diretoria de Feiras e Mercados, além da Polícia Militar de Pernambuco.


Todos os feirantes foram notificados no início do mês de julho e informados que deveriam realizar a mudança para a Rua Vereador Artur Lins até a segunda-feira, dia 09. Na data limite, os ambulantes não haviam cumprido a determinação e pediram um novo prazo, que acabou sendo flexibilizado para o domingo, 15. Nesta data, 15 comerciantes ainda resistiam em aceitar a determinação e precisaram ser retirados pela equipe do Controle Urbano.

ORGANIZAÇÃO – A questão agora é manter a área livre para a circulação das pessoas. Se não fiscalizar, volta tudo ao que era. Foi assim que aconteceu nas administrações comunistas de Luciana Santos e Renildo Calheiros. “Os comerciantes precisam entender que um ambiente organizado e limpo os ajuda a vender mais, atraindo novos clientes que não aceitam transitar naquela desordem”, disse o morador do bairro do Jardim Brasil e frequentador da feira, Lucimar Almeida.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: