Skip to main content
Prefeitura de Olinda

PARLAMENTO EM FOCO: MUITO MAIS QUE FUTEBOL! – Pedro Lacerda

O Brasil é o país do futebol! Assertiva que é parte não somente da cultura nacional, mas que define muito de como o mundo nos enxerga. O futebol, nossas belezas naturais e a música, notadamente o samba, traduzem elementos formadores do nosso jeito de ser, enquanto povo e sociedade.

Porém, muito além dos encantos das disputas realizadas nas “quatro linhas”, o futebol possui um papel econômico e social que abrange segmentos fundamentais da nossa realidade brasileira e pernambucana.

A indústria do futebol movimenta bilhões de reais a cada ano e promove a geração de empregos que alcança milhares de famílias, em todas as regiões brasileiras. Sem dúvidas há muito tempo é de conhecimento geral a força econômica e financeira do esporte que é uma verdadeira paixão nacional.

E o mesmo profissionalismo que transformou “o amor em negócio” avança em uma área que também é sentida por todos nós, brasileiros e pernambucanos: a desigualdade social – marca de séculos nos quais a concentração de riquezas, e oportunidades para nossa juventude, fica muito distante da nossa realidade pernambucana e nordestina.

Visando cumprir seu papel social, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), sob o comando do Presidente Rogério Caboclo, desenvolveu o projeto “Gol do Brasil”. Fruto da ação social praticada pela entidade máxima do futebol, ele é voltado para crianças e adolescentes de 06 (seis) a 17 (dezessete) anos que se encontrem em situação de vulnerabilidade.

A ONU (Organização das Nações Unidas), identificando o potencial transformador da ação desenvolvida pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), não só chancela suas atividades, como participa delas através de um acordo de cooperação internacional firmado com nossa entidade máxima de futebol.

O objetivo dessa parceria é contar com o conhecimento da entidade internacional para mensurar o impacto social das ações do “Gol do Brasil” na vida e nas comunidades nas quais vivem os seus assistidos, sempre com foco na formação humana e familiar dos jovens nele acolhidos.

Em Pernambuco, através da sensibilidade do presidente da FPF (Federação Pernambucana de Futebol), Evandro Carvalho, o projeto será implantado com a ambiciosa meta de se fazer presente em mais de 100 (cem) dos seus municípios, contemplando todas as regiões do nosso Estado.

Para ele uma das mais nobres funções do futebol é promover o resgate dos jovens, em situação de vulnerabilidade, e projetar uma vida nova para suas famílias e comunidades, transformando positivamente a nossa realidade social.

No último dia 02 (dois) de março, Carvalho em articulação realizada em conjunto com a CBF e a Prefeitura da Cidade do Recife (PCR), assinou termo de compromisso que viabilizará a participação de 240 (duzentos e quarenta) crianças, de várias regiões da capital pernambucana, no projeto.

A CBF é responsável por qualificar os instrutores com a “Licença S” da “CBF ACADEMY” (seu competente braço educacional), que é desenvolvida pela entidade para sua atuação em projetos sociais, bem como, realizar o acompanhamento anual das atividades desempenhadas pelo “Gol do Brasil” e também fornecer os materiais para as aulas que serão realizadas.

O diferencial do projeto “Gol do Brasil” está em sua concepção humanística, voltada para a formação das nossas futuras gerações, que terão mediante a prática do futebol (em suas diversas modalidades) a oportunidade de serem qualificadas, através das aulas teóricas, para desenvolver as 10 (dez) habilidades para a vida, estipuladas pela ONU, como sendo basilares para uma saudável convivência em sociedade.

São elas: autoconhecimento, resolução de problemas, tomada de decisão, pensamento criativo, relacionamento interpessoal, comunicação eficaz, empatia, lidar com sentimentos, lidar com o estresse e pensamento crítico.

Sem dúvidas o desenvolvimento do projeto em nosso Estado consiste em um “gol de placa” marcado pelo presidente Evandro Carvalho no combate a miséria e degradação social nas quais vive grande parte da nossa juventude.

Sendo um gesto concreto da colaboração existente entre a FPF e a CBF na formação de futuras gerações preparadas para se colocar em um mundo em constate transformação e marcado por desafios.

A vinda do projeto “Gol do Brasil” para nosso Estado é ação concreta, fora das “quatro linhas”, e leva o futebol pernambucano a seguir  cumprindo com maestria seu papel social, que é de ser um instrumento voltado para a formação de uma sociedade mais justa, fraterna e acessível em oportunidades, para todos.

Pedro Leonardo Lacerda

Advogado Especialista Em Direito Público e Consultor PolíticoINSTAGRAM: @pedro_leonardo_lacerda / FACEBOOK: Pedro Leonardo Laacerda

QUER SABER TUDO SOBRE OLINDA PRIMEIRO??? – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://www.youtube.com/channel/UCRiaMDDQmUXI-YJqzkl1VWw Youtube

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: