Skip to main content
Prefeitura de Olinda

PARLAMENTO EM FOCO: A ACADEMIA DO FUTEBOL – Pedro Lacerda

Um dos fenômenos adjacentes ao das redes sociais, enraizadas entre os hábitos comportamentais modernos em todo o mundo, é o do surgimento de “experts em tudo” – pessoas sem conhecimento minimamente aceitável em setores da sociedade e que insistem em emitir opiniões que se assemelham a veredictos irrecorríveis de tribunais da santa inquisição, tamanha a virulência e taxatividade de suas manifestações.

Alguém já disse que os novos meios de socialização surgidos com a revolução que foi a disseminação da internet a partir dos anos de 1990 do século passado, traduzem-se em verdadeiras “fábricas de idiotas”. A cada dia percebemos a multiplicação de verdadeiros “papagaios de redes sociais” – apenas repetidores do que escutam, sem a menor capacidade crítica de produzir conteúdo no que se propõem a comentar.

Sem a menor sombra de dúvidas um campo fértil para a atuação desses “sepulcros caiados do século XXI” é o mundo do futebol, tendo em vista o forte componente emocional que envolve o esporte que é símbolo brasileiro em todo o globo.

A força do futebol (considerado enquanto uma das maiores indústrias do entretenimento) faz com que em vários perfis existentes, nas mais diversas redes sociais, surjam pessoas que se colocam como oráculos do conhecimento, dentro e fora das quatro linhas.

Verdadeiras caricaturas de técnicos, comentaristas esportivos, dirigentes e executivos de futebol, essa massa sem conhecimento algum, se utiliza da força das redes sociais para “causar” com opiniões, na maioria das vezes, absolutamente deslocadas do mundo real existente em torno da gestão da indústria futebolística – criticam tudo, propões soluções diversas, mas não possuem fundamento ancorado na realidade concreta para o que dizem.

E por ser o mundo da bola muito mais que um canal para a manifestação da paixão do torcedor, pelo seu time do coração, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) – entidade que tem a finalidade de gerir e profissionalizar o futebol brasileiro – possui um braço educacional, mundialmente conhecido e respeitado, representado pela CBF ACADEMY.

A CBF ACADEMY é uma verdadeira “universidade do futebol”, que tem por finalidade desenvolver um programa de formação de profissionais do futebol baseado no conhecimento científico e com aplicabilidade direta na rotina de trabalho desses profissionais, sempre com fortes bases de natureza ética e pedagógica.

Sua missão é gerar e difundir o conhecimento, tecnologia e know-how do futebol brasileiro, trabalhando para o seu desenvolvimento técnico e social, sempre através da qualificação acadêmica de profissionais do mundo da indústria do futebol. Ela foi criada a partir de diretrizes emanadas da FIFA para a formação de trinadores, desde o nível iniciante até equipes profissionais.

Assim, profissionais de educação física, ex-atletas e treinadores já inseridos no mercado, têm a possibilidade de se qualificar, através das diversas licenças existentes, sempre contando com a qualidade científica dos profissionais e professores que compõem o seu quadro docente, tendo ainda a chancela da CBF, Conmebol e FIFA.

CBF ACADEMY & SCIENCE, Escola de Futebol Feminino, Escola de Gestão, Escola Técnica e Licenças, são os segmentos educacionais da entidade. Ponto central de muitas críticas, com ou sem razão, é a forma como se dá a gestão da indústria do futebol em nosso país. E visando contribuir de forma técnica e científica neste importante debate, temos a Escola de Gestão da CBF ACADEMY.

Atuando em três pilares fundamentais: Gestão de Futebol, Executivos de Futebol e ACADEMY ONLINE, a Escola de Gestão realiza cursos de excelência voltados para a formação científica de gestores com conhecimentos profissionais e capacidade de atuação nos clubes e nas federações estaduais.

Temas afetos ao mundo corporativo, como governança, planejamento estratégico e gestão de pessoas, são traduzidos e adaptados ao mundo do futebol com um viés altamente científico e prático, voltados para a formação de profissionais capacitados a empreender a massificação da profissionalização da indústria do futebol em todo o país.

Antes a gestão de clubes de futebol e das federações estaduais dependia exclusivamente do talento e brilho próprio de seus dirigentes, em sua maioria homens de negócios, empresários e profissionais liberais que atuavam nas suas instituições adaptando seus conhecimentos de gestão através das suas intuições.

Desde a criação pela CBF de seu braço educacional, uma revolução científica do conhecimento aplicado ao futebol está em franco desenvolvimento.

A CBF ACADEMY institucionalizou as boas práticas de gestão, aplicadas ao futebol, de maneira que as entidades não mais dependem apenas dos conhecimentos singulares de seus gestores, que aos seus modos, procuram fazer o melhor – mas sempre de forma majoritariamente intuitiva – razão da grande instabilidade administrativa de muitos clubes e federações estaduais.

As atividades educacionais da CBF ACADEMY tomaram grande impulso e capilaridade em todo o Brasil através da gestão do atual Presidente da CBF , Rogério Caboclo, que é um entusiasta da formação técnica e científica de todos os atores envolvidos na indústria do futebol.

Comportamento também replicado em Pernambuco pelo presidente da FPF (Federação Pernambucana de Futebol), Evandro Carvalho, que empreende uma gestão moderna e proativa, responsável por classificar sua federação entre as mais bem geridas do nosso país.

Os meios formativos ofertados pela CBF ACADEMY são acessíveis a todos os profissionais que atuam ou desejam atuar na indústria futebolística nacional ou internacional.

Assim, passa a ser uma decisão pessoal de cada indivíduo amante do futebol, buscar uma formação técnica, moderna e científica, voltada para o futebol, ou continuar a ser um “curioso metido a doutor sabe-tudo”, criado no caldo da ignorância das redes sociais.

_____________________________________________________________

Pedro Leonardo Lacerda

Advogado Especialista Em Direito Público e Consultor PolíticoINSTAGRAM: @pedro_leonardo_lacerda / FACEBOOK: Pedro Leonardo Laacerda

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: