Skip to main content
Prefeitura de Olinda

PARLAMENTO EM FOCO: 2022 E A ELEIÇÃO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS – Pedro Lacerda

No próximo dia 1º de fevereiro ocorrerá a eleição voltada à escolha dos futuros presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. E neste pleito muito mais do que o comando das referidas casas legislativas está em jogo. A briga no centro do parlamento nacional gira em torno das eleições de 2022 e na continuidade, ou impeachment, do presidente Bolsonaro.

Longe dos olhos do público em geral, nas entrelinhas das movimentações dos apoiadores dos candidatos ao comando da câmara baixa brasileira, Arthur Lira (PP) e Baleia Rossi (PMDB), é rascunhado o futuro do Governo Bolsonaro, que claudica e patina desde o seu apoteótico início.

Eleito com um discurso e postura de independência, o então candidato Jair Bolsonaro certamente teria muita dificuldade em defender o que veio a se tornar a sua pessoa, depois de eleito “Presidente Bolsonaro”. A pauta ética nada avançou em nosso país, os escândalos envolvendo a sua prole continuam sem desfecho e a economia pouco avançou até antes da crise global oriunda da pandemia fruto do novo Coronavírus.

Quem não recorda de um então candidato a presidência da república que bradava contra a política tradicional, representada pelo denominado “centrão” – partidos compostos de políticos “profissionais” que filiam-se sempre na defesa daquele que comanda os destinos das nação, a partir da cadeira presidencial representada pelo comando do Palácio do Planalto?

O discurso independente do incialmente inexpressivo candidato Jair Bolsonaro, azarão que obteve sua eleição, segundo alguns analistas nacionais e internacionais, sobretudo devido ao hediondo atentado à faca por si sofrido, foi descartado sem o menor pudor ou coerência. Quando suas sucessivas trapalhadas e grosseiras colocaram em risco a continuidade de seu mandato, simplesmente procurou se aliar aquelas forças políticas que dizia ser o motivo do atraso e corrupção generalizada em curso no nosso cenário político nacional.

A manobra fisiologista que selou sua parceria política com o “centrão” deu fôlego ao seu governo, agora em nova e grave crise, fruto da tragédia humanitária que se desenrola em Manaus, na qual o Ministério da Saúde, comandado por um general Intendente, pouco fez visando salvar a vida de milhares de brasileiros que morrem asfixiados devido à falta de oxigênio nos hospitais manauaras.

O desgaste deste episódio, conjuntamente com a postura negacionista e sanitariamente inadequada do presidente da república, fez com que a pressão pelo início de um processo de impeachment venha a ser o tema central a ser refletido na eleição que se aproxima na Câmara Federal.

O Governo Federal aposta todas as suas fichas, cargos e promessas de liberação de recursos para inflar a candidatura do deputado alagoano Arthur Lira (PP), que passaria a ser um verdadeiro escudo visando evitar que o processo de impedimento do presidente Bolsonaro venha a tomar forma – é na Câmara dos Deputados, notadamente na sua Presidência, a instância capaz de deflagrar esse duro instrumento previsto em nossa Constituição Federal.

Já os opositores do Palácio do Planalto centram seus esforços nas articulações voltadas para a eleição do deputado federal peemedebista, Baleia Rossi. Em sentido diametralmente oposto ao acima referido, os apoiadores de Rossi compreendem que as desventuras e inconsequências produzidas pelo até agora presidente Bolsonaro necessitam ser interrompidas através a abertura de um dos mais de 60 (sessenta) pedidos de impeachment que dormitam nas gavetas da presidência da Câmara Federal.

A continuidade, ou início do processo de impedimento do Governo Bolsonaro, é a principal matéria em debate nos corredores da “Casa de Ulysses Guimarães”. Por mais surreal que pareça para os cidadãos brasileiros, preocupados com os custos elementares de suas subsistências e com a oportunidade de tomar a vacina contra o novo Coronavírus, no “mundo encantado da política em Brasília”, a eleição de 2022 já começou.

Resta-nos o esforço de compreender as entrelinhas da disputa política em curso e nos prepararmos para o que estar por vir – e seus imprevisíveis reflexos em nossas vidas de trabalhadoras e trabalhadores brasileiros.

Pedro Leonardo Lacerda

Advogado Especialista Em Direito Público e Consultor PolíticoINSTAGRAM: @pedro_leonardo_lacerda / FACEBOOK: Pedro Leonardo Laacerda

MUITO IMPORTANTE TER VOCÊ COM A GENTE – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://www.youtube.com/channel/UCRiaMDDQmUXI-YJqzkl1VWw Youtube

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: