Skip to main content
Olinda

VEREADOR CRITICA FALTA DE MERENDA E ACIONA MP CONTRA LUPA

Apesar do recesso forçado, o vereador Marcelo Soares (PCdoB) não está em “quarentena”. Pelo monos no que diz respeito à fiscalização do Poder Executivo. 

Em carta enviada ao Observatório de Olinda o parlamentar critica a atuação da Prefeitura de Olinda no enfrentamento à crise do Coronavírus e informa que acionou o Ministério Público após tomar conhecimento da suspensão do fornecimento de merenda escolar às crianças atendidas pela rede pública de ensino municipal.

LEIA A CARTA NA ÍNTEGRA

Diante da grave crise que estamos vivenciando, devido a proliferação do Coronavírus, na qual afeta vidas no mundo inteiro, a resposta dos governantes precisa ser rápida e eficaz para sociedade.

Muitas foram as medidas nas diversas esferas governamentais (Federal, Estadual e Municipal), os planos de prevenção ao Coronavírus foram lançados com um único objetivo: Minimizar os impactos sociais provocados pelo Covid-19.

Medidas como isolamento social, ampliação de leitos hospitalares, e assistência social às famílias afetadas seja por contaminação ou por impossibilidade de seguir com suas vidas profissionais e de garantia seu sustento.

Em Olinda, infelizmente, estamos num caminho contrário, não estamos vendo por parte do poder executivo municipal ações concretas. Não temos nenhuma política de assistência aos munícipes, o que temos é um governo apático que, no pouco que fez, realizou de maneira desordenada, trazendo ainda mais risco a população e que agora espera inerte as ações do governo do estado para poder agir.

Em meio a uma crise mundial de saúde o que pode-se visualizar da gestão do Prefeito Lupércio, é a suspensão de entregas de kits alimentação, falta de assistência na área da saúde e na área da assistência social; um total descaso com a população.

Não temos CENTRO POP, o CRAS que é o principal mecanismo de assistência social está funcionando em horário reduzido, sem política de atendimento à população em situação de rua, sem nenhuma proposta à população em situação de vulnerabilidade social, esses são os maus exemplos do governo Lupércio.

Diante de toda essa falta de planejamento e assistência à população Olindense não podíamos ficar parados, através de nosso gabinete buscamos atuar para que políticas públicas sejam efetivadas neste momento de crise.

Isto posto, encaminhamos no dia 23 de março um requerimento que solicita ao Prefeito Lupércio, o pagamento de toda a cadeia produtiva da cultura que trabalhou no carnaval de Olinda em 2020, deste modo, possibilitando que esses trabalhadores, no qual, hoje estão sem trabalhar decorrente do isolamento social, possam vir a garantir seu sustento em meio à crise atual.

No dia de hoje, 27 de março, nosso mandato entrou com uma representação no Ministério Público denunciando a gestão municipal que, através de um decreto suspendeu a entrega de alimentação a alunos da rede municipal de ensino, na qual, tem como a merenda escolar, muitas vezes, sua principal refeição do dia.

A falta de entrega emergencial e de um suporte na alimentação dessas crianças trazem impactos graves e violam direitos garantidos na nossa constituição e o estatuto da criança e adolescente.

A pandemia que estamos vivenciando, faz necessária a tomada de urgentes medidas para oferecer assistência à toda população e principalmente aos menos favorecidos e mais necessitados.

Seguimos vigilante e buscando através do nosso papel de parlamentar cobrar do poder executivo que sejam prestadas toda a assistência necessária à população da cidade e tomando as medidas necessárias para apoio a todos os nossos munícipes.

Vereador Marcelo Soares (PCdoB)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: