Skip to main content
Prefeitura de Olinda

POVO DO JARDIM BRASIL “ILHADO” PELOS BURACOS

A cada ano, a cada inverno, a cada eleição, a cada promessa, a cada novo prefeito, enfim, a população de um bairro inteiro é contaminada pelo sentimento de impotência diante de problemas muitas vezes simples, mas que NUNCA são resolvidos. É o que está acontecendo no Jardim Brasil, onde os moradores estão ficando “ilhados” por causa dos buracos. As ruas Maranhão, Rondônia e Pará são os exemplos mais cruéis da inoperância do poder público.

No último dia 06 de maio mostramos a situação do cruzamento das ruas Maranhão e Pará, onde os carros têm muita dificuldade para acessar a via por conta das lajotas quebradas. A Prefeitura de Olinda prometeu substituir as peças até o final de maio, mas um mês depois NADA aconteceu. “Continuamos na mesma. Os carros que tentam passar por lá correm o risco de danificar a suspensão ou ter os pneus cortados”, informa o estudante Pedro Manuel. (Clique no link para reler a matéria).  http://observatoriodeolinda.com/prefeitura-e-compesa-precisam-resolver-esta-bronca-no-jardim-brasil/

E o problema só aumenta. A foto que utilizamos na reportagem de hoje já é de outra via do bairro, a Rua Rondônia, que está muito pior que a Maranhão. Galhos de mato servem como “sinalização” indicando a interdição total. Entrar ou sair deste trecho da rua só pelo lado onde ela cruza com a Rua Garanhuns.

“O que mais nos impressiona é que bastava colocar um ou dois homens para trocar as lajotas quebradas da esquina pelas outras que estão estão boas. Tá tudo ali no mesmo lugar. É só tirar de um canto e botar no outro, mas a prefeitura não faz”, disse desapontado o pedreiro Rogério Lemos.

2 thoughts to “POVO DO JARDIM BRASIL “ILHADO” PELOS BURACOS”

  1. Essas obras de Jardim Brasil estão cada vez piores. Desde o começo eu sabia que essas valetas abertas nas ruas, cobertas com essas placas que se que quebram facilmente não daria certo. Quando a obra estava sendo feita na minha rua (Rua Rio Branco), os trabalhadores fecharam as valetas sem limpar nem retirar os restos de obras). Hoje, só serve para acúmulo de água de esgoto e insetos, porque a água continua sem ter pára onde ir. Aff

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: