logo

share

FALOW & DISSE. “Não à PRODUÇÃO de danos”! – KJ

Senhoras e Senhores observadores, é Carnaval, êêêêêêêê… é festa, êêêêêêêê… é folia, êêêêêêêê… é DROGADIÇÃO, ahhhhhhh… e “NÃO É NÃO”!

Desde a última sexta-feira, dia 21 de fevereiro, que está funcionando aqui em Olinda uma “Casa de Redução de Danos”, de nome “Casa Fique Suave”, numa ação denominada “Fique Suave no Carnaval”. (haja poesia!)

Do que se trata? Em resumo é o seguinte: “Se for usar DROGAS, reduza os danos”, numa espécie de ESTÍMULO ao uso “consciente”, como se houvesse diminuição de qualquer dano ao usar DROGAS, NÃO HÁ!

Ainda terão 30 “agentes redutores de danos” subindo e descendo as ladeiras durante o carnaval distribuindo um kit composto de soro, canudos, camisinhas, adesivos corporais da “Redução de Danos” (para identificar?), água, protetor solar, pirulito (pirulito?) e, PAMEM: cartão com tabela sobre mistura de DROGAS, SEDAS (para enrolar ENTORPECENTES) e PITEIRAS (para “chupar” a fumaça produzida por DROGAS).

Na tal “Casa Fique Suave” serão oferecidos “serviços” como: informações “responsáveis” sobre o uso de DROGAS (EXISTE ISSO? NÃO.), visando a SEGURANÇA DOS USUÁRIOS DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS DURANTE A FOLIA ALÉM DE CERVEJA ARTESANAL, “KITS” DE REDUÇÃO DE DANOS, ESPAÇO DESCANSO, FRUTAS, ÁGUA E “MUITO MAIS” (esse “muito mais” é uma incógnita).

A casa é produzida pela “Palaffit Produções” em parceria com a “Escola Livre de Redução de Danos” e demais coletivos “antiproibicionistas” (antiproibicionistas?) de comunicação, cervejarias, tabacarias e alimentação.

E tem mais: Na casa se terá acesso ao ”Museu das Drogas”, com exposição sobre a história e o uso de DROGAS, composição, efeitos e estratégias de “redução de danos” e PASMEM “II”: TESTAGEM DE SUBSTANCIAS PARA QUE OS FOLIÕES TENHAM DIREITO DE SABER O QUE ESTÃO CONSUMINDO.

Terá ainda comida e música para deixar “calibrado” para voltar ao frevo das ruas, “aromo terapia”, cromoterapia, descanso, enfim, uma verdadeira “VIAGEM”. Torço para que não haja incidentes na casa!  (Fonte:www.justificando.com)

APRISIONAMENTO E MORTE – Enquanto isso acontece, a nossa BATALHA contra as DROGAS se intensifica e ganha corpo! Aproveito para, de público, parabenizar o meu amigo Edu Cabral, pela matéria veiculada na Revista “Imagineacredite”, do jornalista Sérgio Botelho Júnior, que o cita e demonstra a IMPORTÂNCIA do trabalho do Governo Federal no COMBATE as famigeradas DROGAS, onde NÃO HÁ POESIA e sim aprisionamento e MORTE!

A matéria revela o que já sabíamos, pois participamos ativamente como militantes no combate às DROGAS, neste que foi o “start” para o atingimento do número RECORDE na criação de vagas nas Comunidades Terapêuticas que saltou de 2.000 para 20.000 em apenas um ano e o trabalho está só começando!

Sabemos que as “políticas antidrogas” foram um desastre nas últimas três décadas, quando o Brasil assistiu inerte ao FLAGELO da Dependência Química de TABACO, ÁLCOOL, MACONHA e outras DROGAS, pois foram motivadas por políticas governamentais baseadas em “IDEOLOGIAS” que em nada ajudaram a libertar as pessoas do PERVERSO submundo das DROGAS.

Com isso cresceram as taxas de SUICÍDIO, de MORTES VIOLENTAS e, PIOR: de dependentes químicos em situação de RUA. Mas o então candidato, Jair Messias Bolsonaro, ouviu o, hoje Assessor Especial da Secretaria Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (SENAPRED), Edu Cabral, que coordenou a campanha aqui em Pernambuco, ao pedir sugestões de quem entendia do assunto num áudio de WhatsApp em agosto de 2018, o qual relembro pois ouvi.

Eis o conteúdo: “Cabral, manda um áudio curtinho para mim, com sugestões para tratar químicos, tá ok?”. Pronto, estava dado o pontapé inicial para SALVAR VIDAS PRECIOSAS, os LIBERTANDO DAS DROGAS, pois o Presidente foi eleito e assim está sendo feito.

Está claro que querem criar um “clima” para o “liberou geral”, não sei se as autoridades estão “por dentro”. Como bem falou o titular da SENAPRED, o também amigo, Dr. Quirino Cordeiro Júnior: “Vamos trabalhar e não será no governo Jair Bolsonaro que as DROGAS serão liberadas no Brasil”.

Por isso, mais do que nunca, é bom que se PREVINA acidentes que poderão acontecer nessas casas Brasil afora, por isso dizemos: NÃO À PRODUÇÃO DE DANOS!

Kildare Johnson – Mediador Judicial – Árbitro – Jornalista e Palestrante Motivacional

logo