Skip to main content
Prefeitura de Olinda

FALLOW & DISSE: DENTRO DAS QUATRO LINHAS DA CONSTITUIÇÃO! – Kildare Johnson

O senhor Presidente da República Federativa do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, desde sempre tem expressado o seu profundo RESPEITO à nossa Lei Maior e é sabido por muitos que tem quem apostou que ele ultrapassaria os limites dela que é a VERTENTE mais DEMOCRÁTICA pela qual um Chefe de Poder deve, OBRIGATORIAMENTE, se guiar.

Há os que ainda teimam em “achar” que poderá, em algum momento, ser diferente, ledo engano! Não SERÁ; e aqueles que desejam tamanho mal, podem “tirar seus pangarés da chuva”, porque o senhor Presidente Jair Messias Bolsonaro, eleito democraticamente POR DEZENAS DE MILHÕES de votos, não arredará da sua devida obediência àquela que é a GARANTIDORA dos Princípios Fundamentais e do Estado Democrático de Direito, a nossa Constituição da República Federativa do Brasil e, portanto, enquanto o Estado de Direito permanecer, ele estará jogando, estritamente“dentro das quatro linhas” dela, como costuma dizer. 

Para melhor entendimento, transcrevo parte de uma publicação de ontem, dia 14 de agosto, nas redes sociais do senhor Presidente Jair Messias Bolsonaro que disse: “Todos sabem das consequências, internas e externas, de uma ruptura, a qual não provocamos ou desejamos. De há muito, os ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, extrapolam com atos os limites constitucionais. Na próxima semana, levarei ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, um pedido para que instaure um processo sobre ambos, de acordo com o *art. 52 da Constituição Federal… O povo brasileiro não aceitará passivamente que direitos e garantias fundamentais (art. 5ª da Constituição Federal), como o da liberdade de expressão, continuem a ser violados e punidos com prisões arbitrárias, justamente por quem deveria defendê-los”. (grifo nosso) 

*art. 52 em seu Inciso II diz: Compete privativamente ao Senado Federal processar e julgar os Ministros do Supremo Tribunal Federal, os membros do Conselho Nacional de Justiça e do Conselho Nacional do Ministério Público, o Procurador-Geral da República e o Advogado-Geral da União nos crimes de responsabilidade; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 45, de 2004).

Ainda nestes termos falou o General de Exército e Ministro de Estado da Defesa, Walter Souza Braga Netto: ”A Defesa e as Forças Armadas estão coesas e disciplinadas na preservação dos mais caros valores nacionais, no propósito de atuarem como vetores de estabilidade institucional, para garantir a soberania e a manutenção da paz e da liberdade da população brasileira” (fonte: Agencia Brasil) 

E, desta forma, o senhor Presidente da República Federativa do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, vem dando mostras incontestáveis que “joga dentro das quatro linhas” da Constituição. 

Kildare Johnson – Bacharel em Direito, Mediador/Conciliador, Árbitro Judicial e Palestrante RM. 

One thought to “FALLOW & DISSE: DENTRO DAS QUATRO LINHAS DA CONSTITUIÇÃO! – Kildare Johnson”

  1. Esse tal de kildere não passará do bacharelado, dado às suas posições retrógradas e infundadas sobre a justiça o judiciário e suas funções enquanto órgão.
    á depender dessas falas infantis, tanto suas quanto a do pior dos piores presidentes, de todos os tempos, não só no Brasil, mas no mundo inteiro, fato esse difundido pelos quatro cantos do planetas por especialistas políticos, historiadores e estudiosos de política e afins.
    Ainda bem que coisa RUIM, tem um prazo de validade mínimo, em muito breve todos os brasileiros de boa consciência, discernimento e censo crítico estará a ver essa tragédia política e social que atende pela desprezível a cunha de BOLSONARO o mentecapto estará á respirar Ares democráticos de direitos, seja qual for o político que assumir o pode em 23 depois das eleições de 2022.
    JÁ O INCOMPETENTE INSANO BOLSONARO, esse,nem se quer chegar ar ao 2 turno, se é que vai ter o direito de ser candidato,pelo andar da carruagem, de to dos os fatos REAIS que pesa contra ele,a tendência que se encaminha é a completa inelegibilidade da sua candidatura

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: