Skip to main content
Feira de Ciências

ESTUDANTES DE PEIXINHOS RESGATAM HISTÓRIA DO BAIRRO

Peixinhos é um dos bairros mais emblemáticos de Olinda. A história da cidade passa pelo lugar, que em um passado recente já foi muito associado à violência, mas tem um lado positivo que pouca gente conhece. Com o objetivo de melhorar a autoestima da população que vive ali, 970 alunos da Escola Monsenhor Fabrício participaram, esta semana, de uma Feira de Ciências com o tema PEIXINHOS: IDENTIDADE, DIVERSIDADE E SUSTENTABILIDADE.
Professores e alunos percorreram o bairro e resgataram elementos que tratam da sua evolução histórica. Segundo o gestor da escola, Thiago Silva, os meninos levantaram assuntos que vão desde o comércio à indústria. O conteúdo envolveu pesquisas sobre o Matadouro, (atualmente denominado Nascedouro de Peixinhos), ruas principais, escolas, feira, igrejas, a origem do nome, o espaço geográfico, e os aspectos culturais.
A estudante Eduarda Talita, 12 anos, e sua turma falaram sobre a Feira de Peixinhos. A apresentação foi além de registros e datas de publicação. A aluna e os amigos de sala não mediram esforços pra fazer uma pesquisa de campo com os próprios feirantes.
Para o secretário de Educação, Paulo Roberto Souza Silva, o papel dos professores é fundamental para incentivar a curiosidade e aguçar o protagonismo juvenil. “As crianças fizerem um belo trabalho. A experiência prova que a partir do estudo os estudantes podem ser o que quiserem: professores, empreendedores, juízes, pois toda conquista vem através da educação”, justificou.
De acordo com a professora do EJA 3 (Educação de Jovens e Adultos), Márcia Maria, a turma dela teve um grande aprendizado. “Vemos que os alunos tiveram um grande interesse de contar, explanar sobre as pesquisas que nunca foram vivenciadas no bairro”. O coordenador da Biblioteca do Nascedouro, Orisvaldo Almeida, ex-aluno da escola, também participou da programação.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: