Skip to main content
Prefeitura de Olinda

ENFERMEIRA DE OLINDA VACINADA CONTRA COVID É HOSPITALIZADA

Em entrevista exclusiva ao Observatório de Olinda, a enfermeira Karla Mirella Lima (D), 36 anos, que trabalha em um hospital, em Portugal, relatou que recebeu a primeira dose da vacina Comirnaty contra a Covid-19 (BioNTech e Pfizer), ontem (30), em Lisboa, e sentiu diversos efeitos colaterais, precisando ser hospitalizada.

“Tive dormência nas pernas e braços, taquicardia e pressão alta. O coração parecia que ia sair pela boca. A minha sorte é que estava no hospital e fui prontamente atendida pela equipe médica de plantão”, afirmou a ex-moradora de Olinda, que vive na Europa há mais de dez anos.

Ela disse também que outras pessoas vacinadas tiveram reações alérgicas como coceira na pele e um caso mais grave de angioedema de laringe, popularmente conhecido como edema de glote, quando ocorre inchaço na garganta e a pessoa tem dificuldade para respirar.

NORMAL – Por outro lado, a enfermeira informou que diversos pacientes foram imunizados sem sentir qualquer reação adversa. “Ficaram na sala de repouso e logo depois foram para casa tranquilamente. É importante, porém, que a vacinação só ocorra com suporte médico para casos de emergência”, recomendou.

Após ser medicada, Karla Mirella permaneceu em observação no hospital e algumas horas depois foi autorizada a voltar para casa. A enfermeira dormiu bem e hoje já está de volta ao trabalho, em uma ala de tratamento de pacientes com Covid-19 de um hospital em Lisboa.

Sente apenas dores no local da aplicação da vacina. No próximo dia 20 de janeiro ela deverá receber a segunda dose da vacina.

MUITO IMPORTANTE TER VOCÊ COM A GENTE – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://twitter.com/obsolinda Twitter

https://www.youtube.com/channel/UCRiaMDDQmUXI-YJqzkl1VWw Youtube

One thought to “ENFERMEIRA DE OLINDA VACINADA CONTRA COVID É HOSPITALIZADA”

  1. Pronto… esses são os efeitos APENAS a curto prazo e a longo, como serão? Ninguém sabe!!! Se a pessoa não é profissional da área de saúde, vejo como uma precipitação DESNECESSÁRIA tomar qualquer dessas vacinas, exceto a da China que NÃO SE DEVE TOMAR DE JEITO NENHUM! Particularmente, enquanto estivermos num estado democrático de direito, vou esperar, ao menos, 4 ou 5 anos para tomar a vacina do “pocoronga”. Mas, antes que os “mimimisentões” venham comentar, eu não estou me referindo aos outros que tem livre escolha para correr o risco, eu não vou correr, eu me sentiria uma ratazana de laboratório se tomasse essa vacina antes do prazo que expressei acima.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: