Skip to main content
Prefeitura de Olinda

DECRETO DE LUPA PROÍBE TUDO NO RÉVEILLON DE OLINDA

* Seja um apoiador do Observatório de Olinda!!! Faça um PIX de qualquer valor +5581999661001

O prefeito Professor Lupércio emitiu o decreto 264/2021 onde proíbe qualquer atividade na orla de Olinda (Avenida Ministro Marcos Freire) entre as 17h do dia 31 de dezembro e 06h do dia 01 de janeiro de 2022. No detalhamento do texto fica claro que não será permitida a circulação de pessoas, aglomerações ou comércio.

Ou seja, ninguém poderá pisar na praia, no calçadão ou na avenida no horário de vigência do decreto do prefeito. Estão vedadas a instalação de camarotes, toldos, mesas e cadeiras, o uso de caixas térmicas e de som, além de qualquer tipo de comércio ambulante ou fixo (barracas).

Ainda de acordo com o decreto, a medida se justifica pelo atual quadro de pandemia e o surgimento da nova variante do corona vírus. “Considerando a situação de calamidade pública em razão da pandemia da Covid-19, no âmbito municipal e o surgimento da nova variante Ômicron, considerada ainda mais transmissível que as anteriores, ficam vedadas as atividades na orla, calçadão e avenida da orla de Olinda”.

Será que o povo vai obedecer??? Fiscalização ficará sob responsabilidade da Guarda Municipal e da Polícia Militar.

QUER SABER TUDO SOBRE OLINDA E REGIÃO PRIMEIRO??? – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/GnwAR5YPueF8QlNFVGAtRA WhatsApp

https://www.youtube.com/channel/UCRiaMDDQmUXI-YJqzkl1VWw Youtube

2 thoughts to “DECRETO DE LUPA PROÍBE TUDO NO RÉVEILLON DE OLINDA”

  1. A atitude é correta, só não teve a coragem ainda de cancelar o carnaval, fica esperando a reboque as opiniões de outros e do governador que não estar nem ai pra Olinda, e até o desrespeita não o convidando para a reunião sobre assuntos do carnaval. E o seu secretário de turismo ainda diz que o carnaval poderia acontecer em maio, é uma total falta de respeito com o ser humano e principalmente com o cidadão olindense, Lupa seja um homem de coragem e atitude, não seja mas um politico, não espere os blocos dizerem que não vaõ participar do carnaval pra tomar a decisão, vai ficar feio.

  2. Para cumprir o decreto, o prefeito deve cancelar as férias da guarda municipal no período, para mobilizar todo o efetivo na vigilância do calçadão, desde cedo.
    Deve inclusive remanejar os verdinhos para esse esforço, transferindo a vontade imensa que esse pessoal tem de fazer blitz para o fechamento de todos os acessos à avenida Beira Mar.
    A prefeitura deve se coser com as próprias linhas, sem esperar que a polícia militar vá fazer o que é atribuição municipal.
    Se a prefeitura quer um “estado de sítio” pra chamar de seu, então se prepare adequadamente para fazer cumprir o decreto, sem querer passar essa bola para outros órgãos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: