Skip to main content
Blog Observatório de Olinda

COMPESA MANTÉM UMA “FONTE DE M. . . .” NO JARDIM BRASIL

Nem Compesa, nem BRK, nem Prefeitura de Olinda. Ninguém quer resolver o problema de esgoto estourado em diversos pontos da Rua Maranhão, no Jardim Brasil I. Enquanto um órgão repassa a responsabilidade para o outro, o povo vai convivendo com esta imundície que causa doenças e insalubridade. A conta da Compesa com o item “tratamento de esgoto”, entretanto, chega certinha todo mês e revolta os moradores.

É um verdadeiro crime ambiental, já que o esgoto estourado flui, 24 horas por dia, sete dias da semana, ininterruptamente, transbordando para a rede de galerias de águas pluviais, que só deveriam receber água de chuva. São pelo menos cinco pontos de estouramento na mesma rua. Os moradores apelidaram as “nascentes” de “Fonte de M. . . . . Compesa/BRK”, em virtude da quantidade de fezes lançada nas ruas.

“Procuramos a Compesa e BRK e eles informam que não fazem a desobstrução porque seria ‘fundo de lote condominial’, o que é mentira, pois o vazamento é nas calçadas. Eles jogam a responsabilidade para a empresa Delta, que nem existe mais. E se negam a fazer o serviço”, denuncia o morador Fábio Belmino.


Ainda de acordo com ele, um caminhão da BRK foi visto na vizinha Rua Mato Grosso realizando o mesmo serviço de desobstrução que a empresa se nega a fazer na Rua Maranhão, aumentando a revolta de quem está sendo obrigado a conviver com M. . . .  nas calçadas diariamente.

PS. Em todas as tampas dos esgotos estourados consta a marca da Compesa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: