Skip to main content
Prefeitura de Olinda
Deputado

COLUNA FALOW & DISSE! “Entre ACERTOS e erros” – Por Kildare Johnson

Senhoras e Senhores observadores,

Eis que o Governo do Presidente Jair Messias Bolsonaro está prestes a completar 100 dias. O bom senso me manda esquecer as preferências políticas e assim o farei, enquanto estiver escrevendo este texto.

Sabemos que a economia precisa voltar a crescer com urgência e ela independe, por exemplo, do MEC, como da presença da família Bolsonaro nas redes sociais. Mas, dizem os especialistas, que ela não pode ser apartada da Reforma da Previdência.

O enxugamento da Máquina Pública foi uma das medidas mais acertadas de S. Exa., pois isso diminui o desperdício de dinheiro público que deverá ser utilizado em prol de nós outros, o povo.

Não podemos esquecer as saudáveis parcerias e o livre mercado que, se tratados com seriedade, poderão alavancar ainda mais as nossas possibilidades de reação ao marasmo econômico existente. Se somadas às reformas estruturantes e tão necessárias, como a Tributária e a da Previdência, iremos alcançar patamares antes muito distantes, talvez impensáveis do ponto de vista de crescimento.

Por outro lado, ainda não vimos “na pista” a equipe do MEC e isso merece uma atenção especial de S. Exa. que deverá dar uns “talquei” na equipe, uma “sacolejada boa”, para que saiam do box. O Governo que agora completa 100 dias tem bons atores, tem um efetivo competente, como o Marcos Pontes, o Dr. Sérgio Moro, entre outros, que são desapegados ao orgulho.

Mas há “peças” que carecem que seja dado um “break” na vaidade, porque estão todos com um objetivo comum, o de dar certo!

O Ministro Paulo Guedes, por sua vez, tem feito um esforço hercúleo para fazer a Reforma da Previdência, se submetendo até a ouvir, algumas vezes, asneiras e comparações chulas; a ser provocado por seres abjetos, mas segue em frente.

Vai tentando diminuir, também, a carga tributária, enquanto alguns dos seus pares, parecem não se esforçar para ajuda-lo, tornando assim difícil criar uma boa expectativa futura, ao menos, a curto prazo. A dura verdade é que eles NÃO poderão sofrer derrotas, mesmo sabendo que há um “grupinho” que faz e continuará a fazer de tudo, até mesmo “sabotagens” para que o governo dê errado.

Quanto a nós, vai um conselho: Vamos pensar GRANDE, vamos pensar no Brasil, vamos esquecer, por um tempo, nossas convicções ideológicas e construir um país melhor para nós e para os que vão chegar. Se não simpatizamos com o Presidente, não podemos deixar essa rusga pessoal ser maior que o nosso AMOR ao Brasil! Torçamos para haja mais acertos do que erros e todos nós sairemos vitoriosos!

Kildare Johnson – Mediador Judicial – Árbitro – Palestrante motivacional.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: