Skip to main content
Prefeitura de Olinda
Praia do Carmo

FAMÍLIA DE CAVALOS APROVEITA FERIADÃO NA PRAIA DO CARMO

Uma família de sete cavalos foi flagrada aproveitando o “dia de folga” na Praia do Carmo, ontem (15) – feriado da Proclamação da República. Totalmente à vontade, alguns equinos tomavam banho de mar, enquanto outros se deleitavam ao sol ao mesmo tempo em que realizavam “necessidades fisiológicas” (fezes e urina) que logo estariam misturadas às águas azuis do Oceano Atlântico.

O cenário bizarro – digno de um filme B de Quentin Tarantino – contava ainda com alguns barracos construídos na faixa de areia (nova favelinha à vista), consumidores de drogas, uns 20 gatos sebosos e uma turminha de cachaceiros “celebrando” com uma garrafa de Pitú, três laranjas e alguns pedaços de fígado bovino assados, sabe-se lá como e onde.

Triste de se ver. Mas bem ao lado do receptivo para turistas montado pela Prefeitura de Olinda. “Tem muita gente de outros países que ao desembarcar na Praça do Carmo vem pra cá olhar o mar. A praia, os barquinhos, é tudo lindo. Mas a decepção é grande com a sujeira e o local cheio de drogados. E ninguém faz nada pra mudar isso”, disse o funcionário de uma empresa próxima ao local, indignado com o descaso.

2 thoughts to “FAMÍLIA DE CAVALOS APROVEITA FERIADÃO NA PRAIA DO CARMO”

  1. Moro nessa cidade desde 1985 e NUNCA a vi limpa, é verdade. Mas de uns bons tempos pra cá o DESCASO, o DESRESPEITO para com os olindenses nativos, adotivos e os que visitam está flagrante!
    Só posso concluir que a cidade está sem comando e sem os que poderiam exigir comando. Na verdade percebo que não há boa vontade por parte dos que dizem amar Olinda. As coisas são precárias, ontem mesmo fotografei um coletor de lixo em forma de côco, que fica perto do restaurante Gameleira, transbordando e mais sacos latas, copos plásticos e latas ao redor dele, uma imundície de dar DESgosto! No último domingo quando ainda comemorávamos a vitória do nosso Presidente Jair Messias Bolsonaro, flagramos equinos que estavam passeando entre os carros pela Av. Carlos de Lima Cavalcante e que foram tangidos para um cercado na praça da Bíblia em Casa Caiada, por um cidadão de alma boa, ao qual parabenizei por ter telefonado para diversos órgãos a fim de que viessem recolher os animais. Quando encontrei o cidadão novamente perguntei sobre os cavalos e este respondeu ter falado até com alguém da prefeitura que foi ao local, mas que não ficou muito tempo, chegando três maloqueiros depois, se dizendo donos dos animais, que o ameaçou quando ele falou que impediria que levassem os bichos, tendo este não mais insistido em seu ato de cidadania, temendo por sua segurança. Isso só acontece onde o Poder Público NÃO está presente. Tomara que por “gravidade” as BOAS PRÁTICAS envolvendo, principalmente, a segurança nos chegue o quanto antes e que tenhamos consciência nas próximas eleições e DESCARTEMOS os viciados em poder, os que estão há anos renovando seus mandatos, que NADA fazem, fizeram ou farão por nossa cidade. Nos esforcemos para que a MUDANÇA de VERDADE do Brasil chegue até Olinda, depende de nós, como diz na canção tema da campanha de Bolsonaro: “ESTÁ EM NOSSAS MÃOS”.

  2. Animais de grande porte como cavalos, bois e jumentos tem que ser proibida criação e circulação nas áreas urbanas. É comum vermos estes animais sendo maltratados por crianças que conduzem carroças, com pesos excessivos. São magros, cheios de ferimentos, passam o dia inteiro, quando de serviço, sem comer ou beber. Outros são obrigados a galopar puxando carroça, como se estivessem em competição, levando chicotadas. Nas áreas urbanas não tem pasto. Os animais se alimentam 24h. Carroças de tração animal sao perigosas e trazem transtornos no trânsito.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: