Skip to main content

CANDIDATOS A VEREADOR REPUDIAM VICE ESCOLHIDA PELO PT NACIONAL E ALGUNS AMEAÇAM NÃO FAZER CAMPANHA PARA JOÃO PAULO

Em reunião realizada na noite de ontem (21), 20 candidatos a vereador pelo Partido dos Trabalhadores (PT) reafirmaram, em carta aberta, que não aceitarão o nome de Vívian Farias como candidata a vice-prefeita na chapa de João Paulo (PCdoB).

O nome de Vívian foi imposto pela Executiva Nacional do PT, contrariando deliberação municipal que havia escolhido o presidente da legenda, em Olinda, Lulinha do PT, para ocupar a vaga de vice na chapa comunista.

“O modo como aconteceu foi muito estranho, uma desmoralização para o partido. Forças obscuras agindo nos subterrâneos vêm e acabam com uma construção de meses. Como assim? Não aceitamos. E na hipótese de se insistir com a imposição, não faremos campanha para João Paulo”, afirmou o porta-voz do grupo, Diógenes Santos (Macaxeira).

Temendo represálias, alguns candidatos afirmam que “seguirão a orientação partidária final”, seja ela qual for. Em off, entretanto, o Observatório apurou que a maioria, ou a quase totalidade, fará o que o presidente municipal, Lulinha do PT, determinar.

POSE – “Claro que não haverá ânimo para trabalhar com uma chapa montada desta forma, mas nas fotos e filmes estremos todos sorridentes“, disse outro candidato a vereador que prefere não se expor.

Já o destemido Macaxeira, classificou a determinação do PT nacional como um “golpe”. “O nome de Lulinha não foi uma unanimidade, mas escolhido após debate e, democraticamente, aprovado pela maioria. Este golpe macha a história do PT”, desabafou. Leia abaixo a íntegra da carta.

CARTA ABERTA DOS CANDIDATOS A VEREADORES DO PT DE OLINDA

Com a proximidade das eleições municipais o Partido dos Trabalhadores tem a tarefa de apresentar a nossa cidade um projeto político tanto para o executivo como para o legislativo que de fato represente os interesses do povo, pautado numa plataforma programática popular, a partir do intenso diálogo com a militância e as organizações populares.

O nosso país temos enfrentado um cenário de anormalidade, estamos em plena crise sanitária, social, econômica e política, devido aos ataques fascistas do governo federal e suas políticas genocidas durante a pandemia. Não temos mais condições nem tempo para erros causados por concepções e interesses exclusivistas e individualistas.

O Partido dos Trabalhadores, que por 13 anos governou o Brasil, é exigida uma posição firme em relação a este quadro. As resoluções emanadas das nossas instâncias partidárias nos conduzem para o debate de ter eixos neste pleito: a denúncia do Governo Bolsonaro; a defesa da democracia; a reafirmação de nosso legado e por ele o que podemos fazer nos munícipios.

Em Olinda, nossa querida Marim dos Caetés, o PT definiu nos fóruns de tática eleitoral da política de aliança, em apoio à candidatura do PCdoB à prefeitura, que apresentou o nome do Deputado Estadual João Paulo.

Na continuidade do processo, esta coligação se desdobrou na direção da apresentação, pelo PT, do nome a compor a chapa majoritária na composição de vice-prefeito, tendo o debate interno que seguiu todas as normas regimentais culminado na convenção com o nome do atual presidente do diretório municipal do PT, o companheiro Lulinha, nome aprovado, conforme constante no registro da ata e apresentado ao PCdoB.

Diante da complexidade do quadro, que envolve a todos os militantes do nosso partido, maiormente, a nós candidatos e candidatas a vereador/a pelo PT a se posicionarmos frente as nossas instâncias, aos nossos aliados e nossos propensos eleitores, apresentando as seguintes considerações:

  1. Reafirmamos o nosso irrestrito apoio as decisões da nossa executiva municipal, que respeitando os prazos e normas estatuárias e eleitorais aprovou a indicação do companheiro Lulinha para compor pelo PT a chapa majoritária junto com o Deputado e candidato a prefeito pelo PCdoB, companheiro João Paulo.
  2. Saudamos o Diretório e a Executiva Municipal pela acuidade que tem pautado nos debates que visam o fortalecimento da nossa chapa proporcional, visando o retorno do nosso Partido a Câmara Municipal.
  3. Reivindicamos as nossas instâncias que pautem o debate interno da conjuntura posta com fraterno diálogo e respeito a militância política de nossos/as filiados/as que diariamente constroem o PT em nossa Cidade. SUBSCREVEM:
    Alexsandro Silva Barros; Ana Maria Santana Dos Santos; Katia Cilene Almeida Dos Santos; Antonio Ferreira da Silva Filho; Arlene Vitaliano Quan; Brenno Cesar Almeida; Carlos Alberto Santos Da Silva; Diogenes Santos Da Silva; Edilson De Santana Gomes; Edivane Souza De Santana; Guilhernaldo Anaxi Douglas Ferreira Do Nascimento; Jemerson Miguel Do Nascimento; José Francisco De Aquino Lima; Jose Gomes Barbosa Filho; Morgana Dos Santos; Raob Napoleão De Assunção; Renato Batista De Oliveira; Roberto Mardonio De Oliveira; Vinicius Nascimento Dos Santos; Walmir Jose Dos Santos.

MUITO IMPORTANTE TER VOCÊ COM A GENTE – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://twitter.com/obsolinda Twitter

One thought to “CANDIDATOS A VEREADOR REPUDIAM VICE ESCOLHIDA PELO PT NACIONAL E ALGUNS AMEAÇAM NÃO FAZER CAMPANHA PARA JOÃO PAULO”

  1. Meu Deus!
    Até quando o ex-presidário vai mandar e desmandar?
    Todo o apoio ao protesto dos candidatos vilipendiado pela decisão autoritária do caudilho cachaceiro.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: