Skip to main content

QUEM ABRE A “CAIXA-PRETA” DO SINDICATO DOS PROFESSORES???

A eleição para o Sindicato dos Professores Municipais de Olinda (Sinpmol) só acontecem em maio de 2019. Mas grupos insatisfeitos com o trabalho da gestão atual – no poder há 14 anos – estão se movimentando para que a administração da entidade mude de mãos. Uma das principais críticas da categoria diz respeito à falta de transparência no que se refere às finanças do sindicato. “É uma verdadeira caixa-preta. Nunca houve uma prestação de contas. Nunca!!!”, afirma Luciene de Souza.

O grupo de oposição, intitulado “Muda Sinpmol”, já conta com o engajamento de aproximadamente 80 pessoas. Os dissidentes dizem que o atual presidente, Wildson Cruz, é ausente das atividades sindicais, só sendo visto pelos professores nas fotos de viagens fora de Pernambuco, publicadas em redes sociais.

“É o presidente Gasparzinho, o fantasminha camarada. Ninguém acha este homem. Mas pelo Facebook a gente o vê rodando o Brasil nos congressos da vida. A omissão nos governos de Luciana e Renildo provocou prejuízos gigantescos para a categoria. E agora, nas primeiras rodadas de negociação da campanha salarial 2018, nem o advogado do sindicato compareceu”, disse Márcia Vieira.

ZERO PATRIMÔNIO – As professoras criticam também o fato de ao longo dos anos das “vacas gordas”, na vigência do imposto sindical, o Sinpmol não ter construído nenhum patrimônio. “O Sinpmol não tem nada. Não temos uma sede, muito menos um veículo de apoio. A verdade é que não existe um trabalho em prol da categoria, mas a defesa de interesses individuais em detrimento da coletividade”, disparou Ursulina Lima.

Um comentário em “QUEM ABRE A “CAIXA-PRETA” DO SINDICATO DOS PROFESSORES???

  1. Desse jeito NADA irá MUDAR não só em Olinda como em todo país. Na vida temos dois caminhos a SEGUIR: do BEM e do MAL. Qual o CAMINHO que VOCÊ caro leitor olindense segue hoje?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4669