Skip to main content
Prefeitura de Olinda

FALOW & DISSE! – O ‘DOIDO’ QUE NÃO QUER TOMAR REMÉDIO – Kildare Johnson

 

Senhoras e Senhores observadores. No decorrer da última semana alguns amigos me perguntaram qual a minha opinião acerca da atitude dos advogados do presidente Jair Bolsonaro, que atuam na assistência à acusação, em não recorrer da decisão judicial que tornou inimputável o Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada que por pouco não ceifou a vida do então candidato, com base no laudo que atestou ser ele portador de “Transtorno delirante persistente”, o que culminou na sua ida para o Presídio Federal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, a fim de receber o devido tratamento psiquiátrico.

Particularmente, acredito que não recorrer faz parte de uma inteligente medida estratégica dos advogados do presidente, a saber: A tentativa de homicídio, prevista no artigo 121 do nosso Código Penal, por si, já traz uma atenuante quando se alega que o réu “ficou distante da consumação do delito”, já que, mesmo querendo, ele não conseguiu o seu intento de matar e isso, pasmemos, reduz drasticamente a pena, podendo o meliante ser condenado a cumprir um tempo bem menor, ficando recluso, ainda, em regime aberto, ou seja, nada! (já há jurisprudência nesse sentido).

Como alguns, nos quais me incluo, desconfiam que o Adélio Bispo de “doido” não tem nada e ele na rua (regime aberto) ou mesmo condenado à reclusão pelo crime tentado, iria para um presídio comum por, no máximo, um ano, correndo o risco de lá ser “apagado”, ser “queimado”, como muitos queriam e torceram para ter acontecido até mesmo no dia que ele cometeu o crime, pois para “alguns”, os supostos mandantes, ele morto, selaria a teoria do “lobo solitário que queria matar o grosseirão o homofóbico, o misógino Bolsonaro”, de quem, pessoalmente, discordava dos seus gestos, atos e palavras.

Será que no Presidio Federal, onde ele se encontra e deve ficar em tratamento psiquiátrico por 3 anos, sendo reexaminado após esse período, podendo lá permanecer por mais um tempo incerto, um sujeito que, segundo relatos de parentes e histórico, gosta de viajar, adora uma rede social, um elemento que vadiar é com ele mesmo, um bon-vivant; vai estar confortável esse tempo todo?

Aí é onde entra a estratégia, porque muito provavelmente essa parte ele vai estrilar e, ao que tudo indica, já começou, pois na sexta-feira, 19 de julho, o blog “O Antagonista” publicou uma matéria da Revista Época que dá conta de que Adélio Bispo já está “se recusando a receber tratamento psiquiátrico”.

Na mesma matéria, o seu milionário advogado, que num ato falho, disse que tem até empresas do ramo das comunicações o pagando, o Dr. Zanone Júnior, afirmou o seguinte: “Ele se recusa a tomar qualquer remédio desde que deu entrada aqui, mas isso será feito mesmo contra a vontade do meu cliente, agora que temos o diagnóstico.”

Ou seja, na marra! Não sei, mas penso que ele não aguentará essa “pisada”, ele poderá abrir o bico, enquanto não se intoxicou e ainda está vivo (somos mortais) e, ele abrindo o bico, pode vir a mudar toda essa história, que presumimos ainda haver muito a esclarecer, começando por quem paga a milionária banca que o defende, o que se leva a crer que pode ter gente interessada em vê-lo calado.

Pelo sim, pelo não, torço para que o Ministério Público Federal e a Polícia Federal, intervenham a fim de buscar que ele explique o porquê se recusa a tomar as medicações, qual o seu receio e se, acaso, ele teria algo a acrescentar, que “esquecera” anteriormente, algo que ele julgue importante, talvez.

Há quem, como o canal do YouTube “O Giro de Notícias” do senhor Alberto Silva, chame atenção para o fato de que é provável que estejam querendo matar o Adélio Bispo, o que será uma lástima se acontecer antes que se descubra toda a história que envolve a clara tentativa de assassinato.

Será que ele é doido mesmo ou “se fez” e agora não quer mais? É bom saber.

Kildare Johnson – Mediador Judicial – Árbitro – Palestrante motivacional. Escreve aos domingos no Observatório de Olinda.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: