Skip to main content

VÍTIMAS DO ABANDONO DA AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL

A Avenida Pedro Álvares Cabral foi projetada há cerca de 20 anos para ser uma das principais ligações entre bairros como Jardim Atlântico, Casa Caiada e Fragoso com a PE-15. O descaso com a via nas gestões Luciana/Renildo, entretanto, a tornou intransitável, prejudicando milhares de olindenses que perderam a alternativa de saída para a rodovia estadual. Consequentemente amplificaram-se os engarrafamentos em outros pontos do frágil sistema viário da cidade.

O abandono da avenida que tem o nome do “descobridor do Brasil” vitimou motoristas, usuários do transporte público e moradores do local, que estão isolados do resto do mundo há cerca de três anos em meio a buracos, lama e insegurança. Pequenos comerciantes como o borracheiro Lúcio Ribeiro, instalado no local há mais de 15 anos, também sofrem com a irresponsabilidade dos comunistas em suas quatro gestões (2001-2016).

“A minha situação se complicou muito nos últimos três anos. Antes eu fazia de 30 a 40 serviços na minha borracharia todos os dias. Hoje não passa de cinco, oito, não chega a dez nunca. É desolador viver desse jeito”, comentou o trabalhador preocupado com a manutenção da família. De acordo com ele o atual prefeito, Professor Lupércio, já passou por lá prometendo que vai “ajeitar” as coisas.


“Então o jeito é esperar”, disse.

Deixe uma resposta