Skip to main content

VEREADORES PROMOVEM MANOBRA PARA DAR TÍTULO DE CIDADÃO A FERNANDO FILHO

Atribui-se ao ex-governador de Minas Gerais, Magalhães Pinto, o famoso pensamento: “A política é como uma nuvem. Você olha ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”. A frase, que de filosófica não tem nada, é na verdade uma tentativa de justificar, ou tornar “natural” negociatas, safadezas, traições e imoralidades em geral no mundo político. Alguns integrantes da Câmara de Vereadores de Olinda acabam de escrever mais um vergonhoso capítulo nesta história.

Semana passada eles rejeitaram a concessão do título de Cidadão de Olinda para o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho. Mas na sessão de ontem (10) o projeto derrotado, que inclusive já estava arquivado, “ressurgiu das trevas” para ser colocado em votação novamente. E desta vez, pasmem, foi aprovado.

A pergunta que não quer calar é: O que teria provocado uma mudança tão profunda na consciência dos vereadores que haviam votado contra o projeto? ? ? As respostas são impublicáveis. Mas até mesmo o leitor médio poderá imaginar o que aconteceu entre a quinta-feira (05) e a manhã de ontem (10). . . . .

CAVALEIRO SOLITÁRIO – O único vereador contrário à proposta que se manteve coerente com o voto da semana passada foi Marcelo Soares. Os demais tiveram um surto de benevolência e “inexplicavelmente” mudaram de ideia.


“Não posso jamais contrariar os meus princípios políticos. Aprovar a maior comenda desta Casa para um ministro que está entregando as riquezas do povo brasileiro ao capital estrangeiro seria uma violência contra a minhas convicções”, afirmou Soares, que pertence aos quadros do PCdoB.

Mudaram descaradamente o voto contra o título os seguintes vereadores: Professor Marcelo e Edmílson Fernandes. Já Algério e Severino Biaí se ausentaram da sessão.

10 comentários em “VEREADORES PROMOVEM MANOBRA PARA DAR TÍTULO DE CIDADÃO A FERNANDO FILHO

  1. Quando temos a leve esperança de existem políticos coerentes neste país, que os vereadores de Olinda estão do lado do povo e do nordeste ao negarem o título a esse mercador irresponsável, de uma hora para outra mostram-se iguais a tantos outros, comprados, corruptos, defendendo quem oferece mais, em detrimento do sofrimento dos que os colocaram lá. É uma vergonha! Por que ainda me surpreendo?

  2. Que absurdo!! Primeiro o mais importante, o que este ser fez por Olinda para merecer este título? Segundo, um ministro que apoia a venda (na verdade eh quase uma doação) de uma das maiores empresas do Brasil e com sede em Pernambuco, merece título? E pq os vereadores votaram atrás? Vergonha da câmara de vereadores de Olinda. Pena que próximo ano não tem eleição para vereador. Mas vms guardar esses nomes. Pernambucano não tem memória fraca não, viu vereadores? Aguardem as próximas eleições.

  3. Infelizmente eu votei em Fernando coelho! sou réu confesso! agora + que nunca afirmo que meu voto ele não terá já +++++++! não tem trazido recursos algum pra beneficiar o nosso estado e principalmente nosso município que não twm vida própria! que sobrevive das migalhas do repasse do governo federal e de ano em ano! da exploração dos coitados dos vendedores ambulantes no carnaval! outras gestões tem,sido assim! tirando,segue de baratas! nos trabalhadores da informalidade! pra manter os salários desses vereadores que infelizmente irá hibernanar durante esses quatros anos! e cidade sendo,conduzida pelo atual gestor com os recursos que ele dispõe! e parabenizo o prefeito o professor Lupercio que tem se desdobrando pra manter a cidade no patamar sustentável! se não todos! ++ a maioria dos canais de Olinda estão prontos pra receber o próximo inverno sem danos algum a população! agora quero ressaltar: quando,se faz drenagem dos canais tem encontrado mobílias inteiras! agora eu pergunto! é o prefeito que coloca ou manda colocar? cuidado com suas atitudes erradas! você pode ser vítima delas! depois não vá culpar a gestão! paciente tem limite! ajude a gestão na fiscalização dessas pessoas que jogam esses,resíduos nos canais! DENUNCIE!

Deixe uma resposta