Skip to main content

NOVAS TRAPALHADAS NA ELEIÇÃO DO CONSELHO TUTELAR E ALERTA PARA FRAUDES

Os pré-candidatos ao cargo de conselheiros tutelares de Olinda estão altamente preocupados com os rumos que o processo eleitoral está tomando na cidade sob o comando da atual direção do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Olinda (COMDACO). Eles cobram fiscalização do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), pois temem que haja fraudes na eleição.

As trapalhadas da Comissão Eleitoral atrasaram todo calendário de atividades. A campanha de rua, por exemplo, deveria ter começado ontem (05), mas foi adiada para o dia 13. Os pré-candidatos se queixam do pouco tempo que terão para divulgar as candidaturas.

De acordo com os participantes do processo eleitoral, os imbróglios têm se repetido porque a atual direção do COMDACO comete uma ilicitude atrás da outra. Já teve prova de informática adiada por falta de computador, ata aprovada em reunião irregular e até revisão de Redação por membros da comissão eleitoral, entre outras ilegalidades.


“A própria comissão eleitoral inventou de revisar provas e reabilitar candidatos reprovados, quando isto é atribuição da empresa contratada para realizar o concurso. Se for analisar ao pé da letra, vai se descobrir que tá tudo ilegal. Estão perdidos. O Ministério Público precisa acompanhar isso porque a gente já começa a pensar que a zona é de propósito, para fraudar a eleição“, disse um pré-candidato.

Eita!!!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: