Skip to main content

PREFEITURA CONTRATA EMPRESA VETERINÁRIA PARA ALIMENTAR GRÁVIDAS

Está publicado no Diario Oficial dos Municípios de ontem (10). Pela bagatela de R$ 1,1 milhão a Prefeitura de Olinda está contratando uma empresa de produtos veterinários (pet shop) para fornecer alimentação às mulheres gestantes do Centro de Parto Normal (CPN) e pacientes atendidos pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Quem lê o extrato da licitação acha no mínimo estranho que uma empresa habilitada para vender ração para cachorros, gatos e outros animais possa comercializar “quentinhas” para mulheres grávidas.

A empresa em questão se chama BRUNO E PAULA RAÇÕES LTDA ME. Ela existe desde 2005, está situada no Recife, e no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica tem a descrição da atividade econômica principal como “Comércio varejista de animais vivos e de artigos e alimentos para ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO”.

Atividades econômicas secundárias permitidas seriam ainda o comércio varejista de artigos de papelaria, material de construção e medicamentos veterinários. A partir da revelação destas informações vêm as perguntas que não querem nem podem calar:

– A prefeitura está achando que as mulheres de Olinda podem ser tratadas como bicho? ? ?

– A Comissão de Licitação não percebeu que está contratando uma empresa veterinária para cuidar de seres humanos? ? ?

– Além da irregularidade na finalidade da empresa que outro tipo de “anormalidade” poderá ser encontrado neste processo licitatório? ? ?

São perguntas que não podem ficar sem resposta por parte da prefeitura. O Observatório de Olinda e os quase 400 mil habitantes da Marim dos Caetés aguardam o pronunciamento do senhor prefeito Professor Lupércio e demais responsáveis por esta aberração administrativa ocorrida logo após o Dia Internacional da Mulher e às vésperas do aniversário de 482 anos da cidade.

Todas as informações desta matéria podem ser conferidas na página 23 do Diario Oficial dos Municipios publicado na sexta-feira, 10 de março de 2017, e no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica.


www.diariomunicipal.com.br/amupe/

www.receita.fazenda.gov.br

 

 

 

Deixe uma resposta