Skip to main content

PLANEJANDO O CARNAVAL 2018 PARA EVITAR OS ERROS DE 2017

Não é nada fácil montar a estrutura de uma festa do tamanho do Carnaval de Olinda. Por isso mesmo planejar, se antecipar, prever e solucionar problemas é fundamental. Ontem (30) a Comissão Permanente que vai organizar a festa em 2018 se reuniu para integrar as ações da prefeitura com representantes do Governo do Estado como Fundarpe, Compesa, Polícia Militar e membros do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Sociedade Olindense de Defesa da Cidade Alta (Sodeca) e do Conselho Municipal de Políticas Culturais de Olinda.

O prefeito Lupércio disse que desta vez acompanhará pessoalmente todos os detalhes da organização. Deve estar ressabiado com os problemas ocorridos este ano. “Farei questão de verificar de perto todos os detalhes, cobrando, fiscalizando cada passo para que possamos realizar o carnaval que considero ser o melhor do Brasil”, ressaltou. Na reunião ficou definido também que os dois nomes dos homenageados serão escolhidos através do voto popular.

Outros encontros da Comissão Permanente serão definidos, mas independentemente disso, o núcleo formado pela Secretaria de Patrimônio e Cultura de Olinda se reunirá toda semana na sede da Sepac. “Até o dia 8 de fevereiro, dia marcado para abertura do Carnaval do ano que vem, a comissão vai se reunir em outras datas e continuará mantendo reuniões durante todo ano para que o carnaval seja permanentemente planejado”, concluiu o secretário de Cultura Gilberto Sobral.


TCE – Tomara que em 2018 a Prefeitura se organize melhor e evite problemas com as prestações de contas, como ocorreu em 2017. Após recusa em apresentar os dados à Câmara de Vereadores o Legislativo enviou relatório ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) que está realizando auditoria na contabilidade dos Festejos de Momo realizados este ano.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: