Skip to main content
Observatório de Olinda

OLINDA NÃO TEM MAIS EXPRESSO CIDADÃO

O Governo do Estado de Pernambuco anunciou, ontem (15), o encerramento definitivo das atividades do Expresso Cidadão que funcionava no Empresarial Centro da Moda desde 2002. A nova unidade que (conta a lenda) deveria ir para o Shopping Patteo, entretanto, não tem data para ser inaugurada. Quem precisa dos serviços critica o descaso do governo.

“Infelizmente quem vai sofrer com isso é o povo. Até algum tempo atrás o Expresso Cidadão funcionava muito bem no Centro da Moda. Não havia razão para o governador Paulo Câmara inventar essa mudança. Abandonaram e sucatearam o equipamento para justificar a ida para o shopping. E agora “nem mel, nem cabaça”. Nem lá nem cá. É muita desorganização”, disse o aposentado Jéferson Aquino, que, há dias, tenta tirar uma carteira de identidade para o filho de 14 anos.

No Shopping Patteo a loja destinada ao Expresso Cidadão, no Piso L4, continua fechada. A administração do Mall não dá informações sobre possíveis datas de abertura. A Secretaria Estadual da Administração também não fala mais em prazos, já que divulgou a inauguração para o dia 20 do mês passado e voltou atrás.


Um verdadeiro “samba do crioulo doido” onde quem ‘dança’ é o povo. Quem precisar dos serviços do Expresso Cidadão deve procurar as unidades fora da cidade de Olinda, localizadas no Cordeiro ou no Shopping Rio Mar. É muita incompetência dos nossos “gestores”.

5 comentários em “OLINDA NÃO TEM MAIS EXPRESSO CIDADÃO

  1. Olá Sr. Prefeito.
    Sua gestão já tem solução para o problema da ponte da Praca Pedro Jorge cuja construção foi interrompida há mais de um ano, após serem realizadas as desapropriações dos cidadãos?

  2. Meu Povo, chorem não coleguinhas! Não inventaram de reeleger o Governador treinee Paulo Câmara, pela promessa de receberem o 13o. do Bolsa Familia? Agora tambem vamos pagar, combustivel, carne de boi e porco mais caras do país. O bau das maldades foi aberto agora. Vamos aguentar até 2022. Lá, votemos nele pra Senador. Como é Semana Santa, “peçamos perdão, nos não sabemos o que fizemos”!

  3. A Vice Governadora, santa Lucíana, protetora dos pobres e oprimidos de Rio Doce, não consegue dar uma penada pelos humildes e crédulos. Professor Lupercio nem uma “forcinha”? Nada? Será que o Bispo D. Saburido, poderá nos socorrer?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: