Skip to main content

“OBRA PROBLEMA” DE R$ 23 MILHÕES VIROU HERANÇA MALDITA DE RENILDO

Ainda não completou nem um ano da (re-re-re-re)inauguração das obras da orla marítima pelo ex-prefeito comunista Renildo Calheiros e já é possível verificar problemas estruturais por toda parte. Em muitos trechos do calçadão existem afundamentos, erupções e desgaste precoce de todo tipo. Para quem pratica caminhadas ou corrida o risco é tropeçar nos “obstáculos” e se ferir gravemente. A ciclovia também está cheia de rachaduras. A obra teve um custo total de R$ 23 milhões.

Com a autoridade de quem frequenta o local diariamente há mais de dez anos, sempre no período da manhã, o aposentado Mariano Sales Palmeira, 71 anos, diz que é preciso cuidado para não cair nas “armadilhas” que existem na pista.

“Desde a época em que quebraram a calçada de granito para colocar este material de cimento que a gente sabia que não duraria muito. Eu não entendi por que trocar um material resistente e duradouro por outro do tipo ‘sonrisal’. Coisas desta gestão que desgovernou Olinda por 16 anos. Mais uma herança maldita de Renildo”, criticou.


A dona de casa Marli Sabino, 49 anos, disse que já viu muitas pessoas se acidentarem no calçadão, principalmente à noite, quando os buracos ficam menos visíveis. Para não cair ela diz que prefere andar de dia e fez um mapa dos buracos. “Eu sei onde está cada rachadura. Quando estou caminhando tento avisar às outras pessoas onde estão os buracos. Mas já vi cada queda triste por aqui. No dia que acontecer um acidente com morte a prefeitura vai mandar consertar”, afirmou.

 

Deixe uma resposta