Skip to main content

MESTRE NADO AGORA É PATRIMÔNIO VIVO DE OLINDA E DE PERNAMBUCO

O Mestre Nado (Aguinaldo da Silva), de Olinda, é um dos seis novos Patrimônios Vivos de Pernambuco, eleitos pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural, ontem (10). Entre os requisitos apontados para a escolha pelos conselheiros, estão os saberes de cada mestre, a contribuição para a formação cultural e o tempo de existência.

A 14ª edição do Concurso do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco (RPV-PE), realizado por meio das Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), tem o objetivo de reconhecer, estimular e proteger iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural e profissional de mestres, mestras e grupos.

Os vencedores passam a receber bolsa vitalícia de R$ 1,6 mil (pessoa física) e R$ 3,2 mil (grupos e pessoas jurídicas). De acordo com o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, os novos eleitos passam a ser protegidos dentro do que executam, assim como se comprometem com a transmissão dos seus saberes.


Mestre Nado (Aguinaldo da Silva), de Olinda. Produz instrumentos musicais de barro (ocarinas). A brincadeira com argila iniciou aos 10 anos, quando passou a trabalhar como ajudante em uma olaria de quartinhas, local que lhe rendeu qualificação e experiência. Mas foi em Tracunhahém que o mestre revelou toda a força da sua cerâmica figurativa.

Fonte: Olinda Hoje

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: