Skip to main content

POLÍCIA DIZ QUE MENINA DE JD. ATLÂNTICO FUGIU COM CARROCEIROS ATÉ BOA VIAGEM

A menina de 9 anos que desapareceu em Olinda na terça-feira (21) e foi encontrada na sexta-feira (24) em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, fez o trajeto acompanhada por um casal de carroceiros, segundo relatou, em coletiva de imprensa o delegado Frederico Castro, que esteve à frente das investigações do caso.

Os detalhes de como o trajeto de cerca de 22 quilômetros foi percorrido foram dados em depoimento da criança à polícia após ser achada. “A menina simplesmente saiu de casa com uma mochila nas costas, 10 reais e um pacote de biscoito. Questionamos por que ela havia fugido e ela disse que não queria deixar os pais tristes. Deu apenas essa resposta vaga e imprecisa, mas não podemos esperar mais do que isso de uma criança de nove anos”, disse o delegado. 

Diligências da Polícia Civil de Pernambuco mapearam o passo a passo da jovem entre a residência onde mora com os pais e o irmão mais velho. No entanto, de acordo com Frederico Castro, só foi possível localizar a menina até a orla de Rio Doce. A partir desse ponto, a criança relatou em depoimento como chegou em Boa Viagem. 

“Ela disse que não sabia mais para onde ir e ficou perambulando na orla de Olinda até encontrar um casal de carroceiros com o filho mais ou menos da idade dela. Os carroceiros então teriam perguntado o que ela estava fazendo na rua, e ela disse que havia fugido de um abrigo e não queria voltar”, acrescentou o delegado.

Em seguida, a menina afirmou que os carroceiros perguntaram se ela queria morar com eles, a colocaram na carroça e seguiram até Boa Viagem. “Ela se alimentou de doações de pessoas no trajeto”, continuou Frederico Castro. Os carroceiros serão investigados e prestarão depoimento.

Questionada sobre a motivação para ter saído de casa, a menina apenas contou no depoimento que “não queria deixar os pais tristes”. “Perguntamos aos pais o comportamento dela e falaram que era uma criança adotada junto com o irmão mais velho há cerca de dois anos. No âmbito familiar não tinham desavenças”, disse o delegado.

As investigações iniciais miraram em tráfico internacional de crianças, mas tal hipótese foi logo descartada pela polícia porque os pais afirmaram que não permitiam o acesso da menina à internet sem supervisão.

“Passamos a crer que ela havia voltado para o abrigo que ela residia antes de ser adotada. Então buscamos câmeras da redondeza, chegamos até que ela estaria perto da orla de Rio Doce e nos perdemos novamente”, complementou Frederico.

Em seguida, as diligências seguiram por outros meios, inclusive tecnológicos e com a colaboração de testemunhas, diante da grande repercussão do caso. A polícia então chegou à conclusão que ela estaria em Boa Viagem, o que mudou o rumo das investigações.

“Passamos a quinta-feira inteira na avenida Domingos Ferreira em busca dela. Procuramos os prédios, câmeras de estabelecimentos e prédios, mas não foi possível achar”, detalhou o delegado.


O pai ligou para a polícia na sexta-feira pela manhã, afirmando que a menina havia entrado em contato. “Ele então correu em busca dela e antes da polícia chegar ela já havia sido resgatada”, contou Frederico. 

A menina passa bem e aparentemente não tinha sequelas físicas, segundo o delegado. Ela passou por exames sexológico e traumatológico, que devem ter os laudos divulgados em até 30 dias. O inquérito policial segue em andamento e inclui investigações sobre os pais ou qualquer outra influência no sumiço.

“O relatório até o momento não aponta indícios de abusos ou maus-tratos. Instauramos um inquérito para apurar o desaparecimento e saberemos ao final se os pais serão indiciados ou não”, concluiu o delegado.

MUITO IMPORTANTE TER VOCÊ COM A GENTE – Curta nossa página no Facebook. Siga nos no Instagram e participe do grupo no ZAP.

https://www.facebook.com/observatoriodeolinda Facebook

https://www.instagram.com/observatoriodeolinda/ Instagram

https://chat.whatsapp.com/DwrQyyqBxJAAfBJ5kcGJ1n WhatsApp

https://twitter.com/obsolinda Twitter

Fonte: Folha de Pernambuco

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4609