Skip to main content

LÍDER DO ASSALTO À BRINKS É AGENTE DE TRÂNSITO EM OLINDA

Se você é motorista e já foi abordado em alguma blitz promovida por guardas de trânsito de Olinda nos últimos meses é possível que tenha sido fiscalizado pelo líder da quadrilha que realizou aquele assalto cinematográfico à transportadora de valores Brinks, em fevereiro. De acordo com a polícia, Willames Aguiar da Silva, de 24 anos, é funcionário da Secretaria de Transportes e Trânsito de Olinda, onde atua como agente.

As investigações indicam que o rapaz tem ligações com o Primeiro Comando da Capital (PCC) de São Paulo e financiou campanhas políticas no ano passado. O nome dos beneficiários, entretanto, não foi divulgado. Willames também pretendia ser candidato a deputado nas eleições de 2018 e seria proprietário de vários imóveis em Olinda.

Ele já havia sido preso em 2008 por envolvimento na explosão de um caixa eletrônico no interior do estado juntamente com outro suspeito de São Paulo. A ligação com o PCC teria vindo a partir deste episódio.


De acordo com o titular da Delegacia de Roubos e Furtos, João Gustavo Godoy, responsável pelas investigações, a quadrilha tem atuação também nos estados de Rio Grande do Norte, Alagoas e São Paulo. Em Pernambuco o grupo é suspeito de ter atuado na explosão do caixa eletrônico do Instituto Ricardo Brennand e no roubo ao cofre do Hiper Bompreço da Caxangá.

Deixe uma resposta