Skip to main content

GUARDA MUNICIPAL INIBE MACONHEIROS NA PRAIA DO BAIRRO NOVO

Integrantes da Guarda Municipal de Olinda apreenderam drogas e materiais utilizados para consumo de entorpecentes agora a pouco, por volta das 16h, na Praia do Bairro Novo, em frente à Praça Duque de Caxias. O material ilícito estava com cinco rapazes – aparentando menor idade – que fumavam maconha tranquilamente ao lado das escadarias que dão acesso à praia. Ao perceber a “festinha” os guardas sacaram as armas de choque (teasers) e obrigaram os maconheiros a entregar as drogas.

A ação contou com o apoio da população que passava pelo local, amplamente frequentado por famílias do bairro. “Que maravilha. Finalmente alguém resolveu tomar uma atitude contra esta situação. Esses drogados não respeitam mais ninguém. Fumam essa desgraça na frente de mulheres, crianças, idosos, como se fosse a coisa mais normal do mundo. Ninguém vê um policial por aqui pra fazer valer a lei. Até onde eu sei ainda é crime consumir droga. Ou já mudaram esta lei também?”, afirmou a aposentada Roberta Pratz.

Além de pequenas porções de maconha os guardas apreenderam também papéis de seda e isqueiros. Após a apreensão liberaram os viciados. “Só faltou dar uns tapas nesses vagabundos. No meu tempo não tinha isso não. Maconheiro era tratado no cacete”, disse o sargento da Polícia Militar aposentado Joaquim Vasconcelos.


ZONA LIVRE – A população espera que a Prefeitura de Olinda continue apoiando os guardas municipais na luta contra estes pequenos delitos, pois por trás deles existem grandes estruturas do tráfico de drogas. Há tempos as praias de Olinda se tornaram “Zona de Livre Consumo de Drogas” e a maior parte da população não aceita esta situação.

Parabéns aos guardas municipais que não se omitiram diante do fato e cumpriram seu papel de mantenedores da lei e da ordem pública. Quem quiser fumam maconha que vá fazer isso bem longe dos olhos das crianças e famílias.

2 comentários em “GUARDA MUNICIPAL INIBE MACONHEIROS NA PRAIA DO BAIRRO NOVO

  1. O fumacê na praia é atividade rotineira. Até operários da construção civil curtem um baseado, logo cedo, na praia, antes de pegarem no pesado nos prédios em construção. Quem faz caminhada matinal no calçadão diariamente já está acostumado com o cheiro forte da cannabis sativa queimando nas caiçaras existentes na areia. O fumacê é amplo, quase geral e relativamente irrestrito.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: