Skip to main content
Greve Caminhoneiros

FILA GIGANTE POR GASOLINA EM POSTO DE JARDIM ATLÂNTICO

Uma fila gigantesca de motoristas desesperados em busca de combustível está se formando, desde ontem (27), em torno do Posto Total localizado na Avenida Fagundes Varela, em frente ao terminal de ônibus de Casa Caiada (Praça Pedro Jorge). Mesmo sem saber se o posto tem gasolina pra vender os clientes resolveram “acampar” no local na esperança de abastecer os veículos. Entretanto, não há qualquer informação concreta sobre a existência ou não de combustível nos tanques da empresa.

Hoje (28) a fila amanheceu com mais de um quilômetro de extensão, indo da Praça Pedro Jorge até depois do supermercado Maxx. Até a sexta-feira (26) o posto ainda estava atendendo, mas fechou na madrugada do sábado para o domingo. “Dizem que ainda tem combustível e que hoje vai reabrir. Por isso estou aqui desde às 7h da manhã de ontem”, afirmou o bancário Wellington Macêdo, que precisa ir a João Pessoa hoje entregar um documento.

Em meio aos boatos, surgiu a informação de que o posto Ypiranga, também na Avenida Fagundes Varela (em frente à Pizzaria Atlântico), estaria prestes a receber combustível de quatro caminhões tanque, que pertenceriam ao proprietário do estabelecimento. Mas os veículos que fariam o transporte do combustível teriam sido bloqueados pelos caminhoneiros em greve, no Porto de Suape.

“Os caminhões tanque são do dono do posto. Ele mandou buscar ontem (sábado), mas não deixaram a carga passar. Disseram que até quarta-feira (30) deve chegar um carregamento, mas ninguém garante nada”, afirmou um homem que dizia ser funcionário do posto Ypiranga, mas não se identificou.

À população resta aguardar enquanto a situação não se normaliza. E quem ainda tem combustível no carro a ordem é economizar para situações de emergência. Brasil!!!

http://www.facebook.com/observatoriodeolinda

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4669