Skip to main content

FALTA TUDO NAS ESCOLAS DO PROFESSOR LUPÉRCIO

Apesar de já estarmos no sexto mês do ano, os estudantes da rede pública de Olinda ainda não receberam o fardamento e os kits escolares. Há escolas onde falta merenda e outras onde o mato está tão alto que até cobras já apareceram para dividir o espaço com os alunos. O quadro caótico foi apresentado por alguns vereadores, ontem (08), durante a sessão plenária na Câmara.

“Os meninos estão indo para a escola sem a bolsa, sem farda, sem sapato, sem o material escolar. É uma vergonha!!! Isto mexe com a dignidade das crianças. Em contrapartida sabemos que a prefeitura já está com os gastos com a folha de pagamento no limite de 52%. Estamos denunciando isto para que o prefeito Lupércio, que é professor, tome conhecimento e providências”, discursou o vereador Ricardo Souza.

Wlademir Labanca disse que recebeu denúncia de que a Escola Coronel José Domingos, em Ouro Preto, não tem merenda. “Os alunos dizem que a comida chega, mas não é servida”, comentou. Já Jesuíno Araújo lembrou que no início do ano a Prefeitura promoveu uma “dispensa de licitação” no valor de R$ 6 milhões para aquisição de merenda e estranhou os problemas nesta área. “Dinheiro tem. No Carnaval eles gastaram R$ 1 milhão. Então porque as crianças não estão recebendo a comida?”, questionou.


O vereador Algério apresentou a situação da Escola Base Rural Margarida Alves onde, segundo ele, os alunos ficam sem aulas constantemente por conta de uma bomba d’água que vive quebrada. “O prefeito é professor e deve saber que a violência e outros problemas que afetam a nossa cidade só começam a ser resolvidos se a educação for prioridade. É inadmissível que uma escola fique sem aulas por conta de uma bomba d’água quebrada. Se não presta mais, que compre outra”, criticou.

Deixe uma resposta