Skip to main content

DIRETORA “SE ARRETA” E DENUNCIA INEFICIÊNCIA DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Mais de seis meses após enviar diversos relatórios, ofícios e pedidos de socorro para recuperação da infraestrutura da Escola Municipal Mizael Montenegro Filho, em Casa Caiada, e não receber sequer uma “resposta protocolar” da Diretoria de Manutenção da Secretaria de Educação; a diretora da unidade, professora Rivani Nazario, cansou e resolveu radicalizar. Ela denunciou ao prefeito Lupércio a “inoperância, incompetência, irresponsabilidade e o descaso” do setor que deveria realizar melhorias nas escolas. E nada faz.

A fúria da professora tem uma razão. A “inoperância, incompetência, irresponsabilidade e o descaso” apontados por ela estão vitimando crianças de dois, quatro, seis, dez anos de idade que são atendidas pela escola, que ficou com o 2º lugar na classificação do IDEPE.

“Fui eleita com 100% dos votos válidos da comunidade escolar para fazer da unidade um modelo. Não se admite que uma gestora envie uma solicitação para a Diretoria de Manutenção, em junho do ano passado e até hoje não tenha resposta. Eu tenho responsabilidade e não vou colocar em risco a vida de crianças por conta de gente que não trabalha direito”, desabafou.

LADRÕES – De acordo com a diretora, a unidade passou por reforma em dezembro de 2017, mas precisa de obras complementares como a instalação de uma caixa d’água, finalização de um muro por onde marginais invadem a escola, colocação de janelas e portas, e reforço da estrutura elétrica.


“Agora eu vou entregar os relatórios diretamente ao secretário Paulo Roberto, com cópia para o prefeito Lupércio. Acho que a senhora Cíntia Gouveia, da Diretoria de Manutenção, não trabalha. Pois nem ofício ela responde. Então não vou encaminhar mais nada para um setor que não respeita os gestores”, disparou.

Ela eximiu de responsabilidade – por enquanto – o prefeito Lupércio e o secretário Paulo Roberto. “Sei do compromisso deles. Por isso reuni o Conselho Escolar, tudo registrado em ata, para referendar a decisão de enviar todo e qualquer documento diretamente para eles. Agora espero uma solução antes mesmo do início do ano letivo, pois o papel do verdadeiro gestor, é  lutar para assegurar o direito dos nossos estudantes”, afirmou.

Parabéns diretora Rivani Nazario. Que assim seja. E que todos os funcionários descompromissados com o povo seja sumariamente eliminados do serviço público. É o que pensa o Observatório de Olinda!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: