Skip to main content

CANDIDATAS REPROVADAS NA REDAÇÃO SÃO ELEITAS CONSELHEIRAS TUTELARES

É a desmoralização total. Três candidatas que haviam sido reprovadas na prova de redação durante o processo seletivo para eleição do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Olinda (COMDACO) estão entre os dez eleitos no pleito ocorrido domingo (24.11). São elas: Poly Espadinha, Cristiane Barbosa e Renata Fitipaldi.

Como a redação tinha caráter eliminatório, elas haviam sido excluídas do processo e não poderiam, sequer, ter registrado as candidaturas. A volta à disputa só foi possível graças a uma “manobra” da antiga Comissão Eleitoral do COMDACO – destituída pelo Ministério Público após o desastre da primeira eleição (06.10) – que passou por cima do edital da eleição e reinseriu as reprovadas.

Com isso criou-se um novo problema para a conturbada eleição do COMDACO. Além de demostrada a incapacidade das três moças desconhecedoras da língua portuguesa, outros candidatos que se sentiram prejudicados pela eleição das mesmas devem ingressar na Justiça para fazer valer as normas contidas no edital e desrespeitadas pela antiga Comissão Eleitoral.


É mais um capítulo desta tragédia que foi a eleição do COMDACO. Mas tudo isso será questionado pela CPI da Câmara dos Vereadores e pelo Poder Judiciário. Estas candidaturas dever ser impugnadas, caso contrário, o processo ficará ainda mais desmoralizado”, disse um dos candidatos prejudicados.

Segue a novela venezuelana.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/observatoriodeol/public_html/wp-includes/functions.php on line 4469