Skip to main content
Lei do silêncio

BREGA DO CHINA E BAR BIEKA ATERRORIZAM CAIXA D’ÁGUA E PEIXINHOS

Depois da medida exemplar contra os abusos sonoros da Confraria Olindense (Casa Caiada), moradores de outros bairros de Olinda estão apelando à Prefeitura de Olinda para terem o sossego restaurado. Duas pragas conhecidas como Brega do China (Caixa D’Água) e Bar Bieka (Peixinhos) não deixam ninguém dormir nos finais de semana.

O Bar Bieka, irônica e tragicamente, fica localizado bem próximo a um grupo dos Alcoólicos Anônimos (AA), na Rua Débora Régis de Carvalho, em Peixinhos. Além de atentar as pobres vítimas da bebedeira que se tratam no AA, o dono do estabelecimento também é responsável por tirar a paz de quem precisa descansar nos finais de semana.

“Isto é um problema muito sério. Só sabe o que é essa tormenta quem passa as noites sem dormir com o barulho. É uma atitude criminosa”, disse um morador da área que não quer se identificar com medo de sofrer algum tipo de atentado.


DROGAS – Na Rua Tenente Padilha, em Caixa D’Água, o problema é o mesmo, provocado pelo Brega do China. É um ambiente pequeno, mas com potência de som suficiente para não deixar ninguém dormir.

“A gente não fala nada. Ninguém é doido de reclamar porque a barra é pesada. Além do barulho, o consumo de drogas é generalizado, ao menos do lado de fora. Solicitamos o apoio da Prefeitura e da polícia para garantir o nosso sagrado direito de dormir em paz”, apelou outra vítima desse desmando.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: