Skip to main content

BOLSONARISTAS PREGAM BOICOTE AO BLOCO EU ACHO É POUCO

As últimas eleições presidenciais no Brasil terminaram em 28 de outubro de 2018 com a eleição de Jair Bolsonaro (PSL). Mas em Olinda, a disputa “Esquerda X Direita” ainda não acabou e vai entrar pelo Carnaval, em março.

Grupos de apoiadores do presidente-capitão estão pregando boicote ao Grêmio Lítero Recreativo Cultural Misto Carnavalesco Eu Acho é Pouco. A polêmica é por conta do “viés ideológico” de dizeres “pró-Lula” e frases como “Eu acho que esse bloco é comunista”, estampados na nova camisa do bloco.

“Respeitamos a liberdade de pensamento e o pluralismo de opiniões. Mas, ao mesmo tempo, por questão de coerência, alertamos que quem votou em Bolsonaro não pode compactuar com a ‘ideologia’ deles, já que ela está em conflito direto com as diretrizes do novo governo”, diz uma das mensagens que circulam pela internet contra o tradicional bloco olindense.

Do outro lado, com ou sem boicote, a agremiação já começou a vender copos, sacolas, botons e as polêmicas camisas, cada uma ao preço de R$ 50,00 (cinquenta reais) em dinheiro ou débito. Na peça é possível ler as seguintes frases: “Jesus da Goiabeira, Acho que Só Iemanjá Salva, Somos Resistência, Família é diversidade, Eu Acho que Dako é bom, Legalize Já, Lula Livre, Foi Golpe, entre outras pérolas “de esquerda”.


É. Olinda tem dessas coisas. . . . . E pelo visto o Brasil só começará a funcionar mesmo “depois do Carnaval”.

Imagem da camisa da discórdia!!!

Polêmica no Carnaval

11 comentários em “BOLSONARISTAS PREGAM BOICOTE AO BLOCO EU ACHO É POUCO

  1. O Eu Acho é Pouco sempre foi de esquerda. Desde o fim da década de 70, quando ainda era Ditadura. E se mostrou ainda mais, nos últimos anos, se colocando contra o golpe travestido de impeachment, pelo Fora Temer e contra a prisão de Lula. Eu já achava que a direita já sabia disso e já não frequentava o bloco há um bom tempo. Bem, garanto que falta não fazem. A maioria nem frequentava ou frequentaria, mesmo…

  2. É, no mínimo, interessante ler o termo “esquerda X Direita”, só não consigo enxergar dessa forma, pelo fato de não conceber ser a tal esquerda páreo para o BEM que a Direita já faz ao BRASIL VERDE e AMARELO em apenas 30 dias de trabalho. Explico: Nesse LIXO de camiseta se lê “somos resistência” – Resistência a um Governo Legítimo, onde a maioria dos eleitores optaram por acabar com ANOS de DESVIOS, DESMANDOS e DESRESPEITO ao país? Essa eu quero ver! “amamos revolução” – Ama naaaaaada, se amasse ia para Cuba, ou ainda por que não formam um “grupinho” e vão para Caracas apoiar o Maduro? “Foi golpe” – Essa é hilária, três anos se passaram do processo que contou com espaço para a AMPLA DEFESA e CONTRADITÓRIO e que culminou no impeachment da tal (sic) “presidentA” e ainda não cansaram?! “lula livre” – Eu li isso? Querem mesmo um BANDIDO CONDENADO e com OUTRAS CONDENAÇÕES a caminho, livre?
    Só posso concluir que quem tiver BOM SENSO não vai nem passar por perto “disso” aí!

    1. A galera quer mudar o bloco.
      Quem conhece a história do bloco sabe a sempre foi um bloco formado por pessoas de esquerda, SEMPRE. Aí virou moda e muitos se doem, mas o bloco é de Esquerda, e pronto.
      Quem não gostar é só não sair nem comprar.
      Eu comprarei, adoro o bloco e sempre acompanho, há muitos carnavais.

    2. Pessoas que apresentem menos de dois neurônios funcionais, realmente devem boicotar o bloco. Que tal fazer arminha com as mãos em outra paragem? Essas argumentações, se é que posso assim chamar, são tão imbecis quantos os que as defendem.

  3. esse bloco é uma merda, curto e brinco meu carnaval em Olinda, e nunca tive o prazer de ir atrás dessa porcaria, carnaval é isso, você vai atrás do bloco que você gosta, prefiro um homem da meia noite do que uma porcaria dessa!!!

  4. Olinda tem u carnaval democrático,não combina com o bolsonarismo radical.Eu Acho é Pouco,assim como outros blocos há pessoas dos dois lados.Quem tem ideologia é quem entende o que fala,o bolsonarismo não é ideologia,é ódio ao PT,aos homossexuais,aos negros,aos índios,aos pobres,a favor de armas e da violência como solução.Há pessoas que votaram em Bolsonaro e não são bolsonaristas,apenas se iludiram,então,os verdadeiros bolsonaristas vão sofrer no carnaval democrático de Olinda,pois,esta cidade é de todos.

Deixe uma resposta