Skip to main content

AMADORISMO FAZ TCE ABRIR NOVA INVESTIGAÇÃO CONTRA LUPÉRCIO

A expressão pode até ser um pouco forte, mas a burrice e arrogância (juntas) estão levando o Governo do Professor Lupércio a passar por situações constrangedoras sem nenhuma necessidade. É um desgaste atrás do outro. E tudo por situações que deveriam ser evitados. O último caso neste sentido é a investigação que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) vai fazer em cima da não prestação de contas do Carnaval.

Se tivesse havido pouco mais de humildade, bom senso e habilidade política a Secretaria de Cultura teria apresentado a contabilidade no prazo correto na Câmara e neste momento o prefeito Lupércio não estaria enfrentando mais uma pauta negativa desta proporção gratuitamente.

Mas, ao invés de atender aos pedidos de informação dos vereadores, o secretário de Cultura, Gilberto Sobral, preferiu “bater de frente” com o Parlamento e ainda deu declarações de desleixo em relação à Casa Bernardo Vieira de Melo. Sobral chegou a dizer que a Câmara não tinha que fiscalizar nada. “Não cabe aos vereadores aprovar ou desaprovar. Quem faz isso é o Tribunal de Contas”, disse ele. Uma provocação desnecessária que só revela o alto grau de amadorismo na gestão.

AUDITORIA – Agora o TCE, a pedido do Ministério Público de Contas (MPCO), vai instaurar uma Auditoria Especial para apurar “a falta de prestação de contas e transparência prevista em lei municipal sobre as receitas e despesas do Carnaval de Olinda”. O ofício, endereçado ao vereador Jorge Federal , é assinado pelo procurador-geral do MPCO, Cristiano Pimentel. Este ano a Prefeitura gastou R$ 9 milhões com o Carnaval.


Pode não dar em nada, mas nunca é bom ser investigado. Na verdade teria sido bem melhor para o prefeito não estar passando por isso. Até porque Lupércio já está enrolado em outro processo no TCE por conta da suposta emissão de “notas frias” no período em que foi deputado estadual.

Te liga Lupa!!!

Deixe uma resposta